×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
22 de jun. de 2021
Tempo de leitura
4 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Diesel: Glen Martens reinventa os códigos universais do jeans em uma estreia poderosa

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
22 de jun. de 2021

A moda adora estreias, e a maior desta temporada na Itália foi a do estilista belga Glenn Martens na Diesel, que fez algumas mudanças ousadas ​na gigante italiana do streetwear.

DIESEL SPRING/SUMMER 22


Aos 38 anos, Glenn Martens revelou a sua primeira coleção completa para a Diesel através de um desfile em vídeo apresentado na segunda-feira (21 de junho), integrado no calendário oficial da temporada de desfiles masculinos da Semana da Moda de Milão. 
 
No lugar de um desfile, o designer belga Glenn Martens fez um filme onírico de oito minutos para expressar sua visão da Diesel, cuja matéria-prima principal é o jeans.

Dotado de uma beleza jovem, seu elenco de modelos começa a dançar em uma festa privada em um loft ao som de acordes de acid techno, cortesia de Leon Vynehall.  Todos muito cool; vestidos com dezenas de ideias em jeans - decadente, desgastado, danificado e charmoso.
 
“Poucas marcas têm tanto impacto global quanto a Diesel. Seu principal material é o jeans, o tecido mais importante do mundo. Quando você junta os dois, tem o poder de vender para qualquer pessoa, independentemente da região, país, identidade sexual ou salário. A Diesel é muito democrática. Por isso aceitei este trabalho. Não se trata apenas de fazer vestidos bonitos. a Diesel é mais um projeto social do que moda", explicou Glenn Martens, claramente cheio de energia no Zoom pré-show.


Look da coleção Diesel para a primavera-verão 2022 - DR


Mais tarde em seu vídeo, sua heroína de cabelos negros conduz seu grupo por uma cena de rua: casais se encontram e se abraçam antes de chegar a um elevador no qual jovens autoconfiantes desfilam em algumas construções e confecções maravilhosas de tecido de paraquedas.
 
Martens cria continuamente um denim ecológico, incluindo uma coleção-cápsula reciclada feita em organza do próprio estoque da Diesel. Ou brinca com jeans presos a organza em casacos dramáticos; ou até mesmo anexa material de embalagem de papelão ao jeans em outro jogo arriscado que, no entanto, funcionou.

“A Diesel nunca tinha feito roupas conceituais, então eu esperava cancelar muitos looks. Mas no final, muitas das roupas estavam se referindo ao rock, então decidi incluir todas elas”, diz ele rindo.
 
Martens considera a Diesel, uma marca de 1 bilhão de euros, parte da cultura pop desde a MTV, e respeita as raízes da marca no guarda-roupa de bastidores e excessos after-party.


Look da coleção Diesel para a primavera-verão 2022 - DR


No entanto, o melhor da coleção é a forma como o designer leva Diesel para um novo lugar, como usando o trompe l'oeil em looks de arquivo, naquela que é sem dúvida a melhor coleção da marca em muitos anos. Ele também aproveitou o seu novo conceito de biblioteca ecologicamente responsável da Diesel para criar roupas de discoteca, jeans sexy ou jeans gaúcho com botas combinando.
 
“Em 2021, temos que ter consciência de que o mundo está bagunçado e temos que mudar. A biblioteca é uma das principais fontes de receita da marca e agora todos os tratamentos de algodão são certificados. Nossa cadeia de suprimentos é totalmente controlada para fazer um produto muito limpo”, diz Martens, que já trabalhou na sede da Diesel na região do Vêneto. Embora agora ele planeje mudar o estúdio de design para Milão ainda neste mês.


Look da coleção Diesel para a primavera-verão 2022 - DR


Martens até imprimiu códigos QR no interior de algumas roupas, "para que você possa ver quando for ao banheiro que estamos realmente comprometidos com o meio ambiente". Minha mãe era uma mãe solteira que trabalhava como faxineira nos fins de semana para criar meu irmão e eu. Ela não tinha tempo para se preocupar com sustentabilidade. E essa é a verdade de muitas pessoas. Portanto, há uma mensagem no nosso vestuário para ajudar a aumentar a conscientização", enfatiza Martens.
 
De certo modo, essa coleção também marcou a decisão de Renzo Rosso, fundador e proprietário bilionário da Diesel, de abrir mão das rédeas criativas. Martens tinha carta branca para a marca-chave em seu crescente império da moda, cuja holding Only The Brave controla Marni, Maison Margiela e Viktor & Rolf.
 
"Quero que as pessoas pensem que podem encontrar diversão na Diesel. Essa é a identidade da Only The Brave. A ironia é intrínseca a essa marca. A Diesel foi muito bem administrada por muito tempo, mas é uma grande empresa e talvez estava no piloto automático. Como sou de fora, tenho a oportunidade de dar uma cara nova", conclui.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.