×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
11 de out. de 2021
Tempo de leitura
5 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Desfiles de moda feminina: as tendências alegres e sensuais do verão de 2022 para esquecer a COVID-19

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
11 de out. de 2021

A luz no fim do túnel parece estar finalmente à vista. Com a retoma das vendas e um regresso à normalidade após quase dois anos de pandemia, os designers estão se soltando. As suas propostas para a primavera-verão 2022 são variadas e coloridas, confrontando eras com um regresso aos anos 2000 e 1990, mas também através de uma injeção de leveza e alegria num espírito dos anos 60. As coleções de moda femininas, que marcaram a volta dos desfiles físicos em Nova York, Londres, Milão e Paris, de 7 de setembro a 5 de outubro de 2021, expressam um caleidoscópio de sentimentos, cores e estilos, enfatizando um desejo franco de se divertirem com silhuetas muito, muito sumarentas e ultra sensuais.


Miu Miu, primavera-verão 2022 - © PixelFormula


1) O tailleur com saia curta 



Enquanto o traje masculino continua sendo uma parte essencial do guarda-roupa feminino, o terno vem tendo um forte regresso. Em particular, com saia curta ou mesmo ultracurta, frequentemente proposto num espírito dos anos 60. A saia ficou mesmo acima do joelho na Moschino, Chanel, Michael Kors e Christian Dior, que oferecem uma série de ternos alegres em cores pop. Miuccia Prada para a Miu Miu é ainda mais drástica, pois encurta a saia até às nádegas num grande corte.


MSGM, primavera-verão 2022 - © PixelFormula


2) Os quadrados Vichy



Ainda na onda dos anos 60, os designers redescobrem o tecido Vichy com os seu xadrez deliciosamente retro, disponíveis em rosa, verde claro, laranja, narciso ou preto. Os pequenos quadrados tradicionais vêm no típico Vichy rosa ou preto na Michael Kors. E assumem volume com grandes quadrados na Carolina Herrera, Luisa Spagnoli, Prabal Gurung ou MSGM.


Balmain, primavera-verão 2022 - © PixelFormula


3) Cortes em tesoura



Mais do que o bisturi, é o bom par de tesouras que os estilistas de moda estão empunhando com prazer sádico nesta estação. Aberturas, fendas, cortes, rasgos... Mas também calças com buracos, casacos perfurados, vestidos de trabalho abertos, roupas de macramé e conjuntos em malha espinha de peixe. Os desenhadores jogam com transparências e multiplicam os cortes. O vestuário é ousado e ventilado à força, libertando os ombros, abrindo-se nas costas e descobrindo as laterais. Também revela o corpo através de grandes (ou pequenos) orifícios posicionados na zona do estômago ou na intersecção dos seios. As silhuetas são por vezes laceradas e, por vezes, construídas em geometrias assimétricas.


Act N.°1, primavera-verão 2022 - © PixelFormula


4) Roupa íntima que sobressai das calças



Vimos infinitas vezes nas coleções masculinas nas últimas temporadas. A partir de agora, a "flacidez", esta forma de usar calças de cintura baixa com a roupa interior a transparecer, foi também adotada por mulheres, como na Boss ou Coach, entre outras. E isto apesar da controvérsia em torno do fato de jogging trompe-l'oeil da Balenciaga, que tem sido notícia nas últimas semanas e é acusado de apropriação cultural. Nos desfiles femininos, este look está tomando um rumo mais sexy e mais sutil. Já não são os boxers que sobressaem das calças, mas sim a tanga (como na Act N.°1 ou Givenchy) ou as calcinhas de renda na Dolce & Gabbana. Na Miu Miu, calcinhas cor da pele puderam ser vistas para fora de uma saia.


Saint Laurent, primavera-verão 2022


5) O macacão justo



A pandemia e os seus confinamentos condicionaram definitivamente o guarda-roupa, levando os estilistas a pensarem em roupas confortáveis e versáteis. Os tecidos elásticos e justos estão em voga, como mostra o macacão justo: ultra chique na Saint Laurent e AZ Factory, sexy na Burberry, estampado na Lanvin, Marine Serre e Weinsanto. O topo é diversificado em múltiplas versões (drapeado, sem alças, com alças, etc.) ou na parte inferior sob a forma de combishort de um ciclista.
 

Tom Ford, primavera-verão 2022 - © PixelFormula


6) O sutiã/bandeau 



A parte superior desnuda já estava em alta no verão passado. Agora a tendência está tomando forma. O casaco é usado sem camisa, com apenas um sutiã ou bandeau, de preferência encolhido. Este é o look estrela para o próximo verão, visto em quase todas as coleções. O "must"? Usar em combinação com um terno. Em leopardo na Cavalli, em renda na Marras, ou em algodão, couro ou látex. É claramente visível sob uma túnica transparente como um biquíni. Absolutamente omnipresente, também pode ser usado sobre um casaco, vestido ou camisa como um acessório essencial para afirmar a sua feminilidade.
 

Ottolinger, primavera-verão 2022 - © PixelFormula


7) Tops "cache-cœur"



Originário do mundo da dança, onde os designers foram buscar inspiração para desenharem extensivamente vestidos de tule e alguns tutus, o cache-coeur recebeu um novo alento. Embora a tendência seja para decotes profundos, este cache-coeur cruzado sobre o peito e fechado por longos atacadores a serem cruzados à volta do busto, foi reinterpretado por designers num estilo mais esportivo e sexy, sob a forma de um mini soutien de topo. Sem mangas e disponível em tecidos de ajuste apertado, como o soutien, pode ser usado de barriga descoberta por baixo de um casaco ou por cima de uma peça de vestuário que abraça o peito.


Botter, primavera-verão 2022 - © PixelFormula


8) Violeta 



O Verão de 2022 confirma o regresso da cor. O look monocromático total é mais do que nunca, em cores intensas, pop ou vibrantes, impregnado de uma elegante e nobre cor púrpura. Disponível em todos os tons, desde o lilás ou o lavanda a malva, ou mesmo violeta, vem em todos os formatos e formas, desde a paleta mais fresca e mais clara a tons escuros.


Jason Wu, primavera-verão 2022 - © PixelFormula


9) Ombros desnudos 



Os ombros são mostrados através de fendas redondas em casacos e vestidos ou mangas que descaem para baixo dos ombros. Acima de tudo, o decote de Bardot faz um regresso. Com o seu decote baixo que expõe o pescoço e os ombros, o vestido de rufos ou o top com mangas caídas promete ser a peça de vestuário fácil e obrigatória do próximo verão. Faz parte de uma veia sensual, romântica e veranil que deixou a sua marca nas passarelas, particularmente com uma pletora de roupa desfeita. Desde o vestido camponês à blusa boêmia assimétrica até o xadrez Vichy, o guarda-roupa da estrela francesa inspirou visivelmente os designers.


GCDS, primavera-verão 2022 - DR

 
10) Sapatos de plataforma 

Grandes cunhas compensadas ou plataformas maciças sobre as quais é possível empoleirar para ganhar altura continuam a ser extremamente desejáveis. Enquanto as botas ainda estão na moda e continuam a deixar a sua marca, as sandálias de plataforma maxi invadiram as passarelas. A GCDS foi a cereja do bolo, com saltos vertiginosos de 25 centímetros! Solas espessas, para pisarem o chão e não passarem despercebidas, são a certeza para o verão 22.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.