×
1 050
Fashion Jobs
GRUPO BOTICARIO
Analista de Performance de Produto Iii - Soluções Digitais Para o Varejo (Mooz)
Efetivo · Curitiba
FARFETCH
Comercial Manager - Private Client
Efetivo · SÃO PAULO
C&A
Gerente de Planejamento Comercial - Kids
Efetivo · BARUERI
GRUPO BOTICARIO
Comprador Iii de Suprimentos Indiretos - Serviços Ambientais- Temporário
Efetivo · São José dos Pinhais
GRUPO BOTICARIO
Analista de CRM Operações Iii
Efetivo · São José dos Pinhais
FARFETCH
Senior Data Product Manager
Efetivo · SÃO PAULO
FARFETCH
Product Manager - Data
Efetivo · SÃO PAULO
C&A
Supervisor (a) de Planejamento Comercial
Efetivo · BARUERI
C&A
Gerente de Planejamento Comercial
Efetivo · BARUERI
FARFETCH
Tech Delivery Manager
Efetivo · SÃO PAULO
FARFETCH
Senior Product Manager - Growth (Fps)
Efetivo · SÃO PAULO
C&A
Gerente de Projetos Estratégicos - Comercial
Efetivo · BARUERI
C&A
Pessoa Coordenadora Comercial de E-Commerce
Efetivo · BARUERI
GRUPO BOTICARIO
Tech Manager i (Lojas e Franquias)
Efetivo · São Paulo
RENNER
Analista de Gestão Imobiliária / Ocupação / Real Estate / Locação
Efetivo · Porto Alegre
CAEDU
Gerente de Grupo - E-Commerce
Efetivo · São Paulo
AMARO
Comprador de Matéria Prima
Efetivo · São Paulo
AMARO
Key Account - Brand Success (Fashion)
Efetivo · SÃO PAULO
C&A
Comprador de Indiretos Pleno
Efetivo · BARUERI
C&A
Analista de CRM Sênior - (Minha c&a)
Efetivo · BARUERI
FARFETCH
Brand Manager
Efetivo · SÃO PAULO
FARFETCH
Service Desk Analyst
Efetivo · SÃO PAULO
Publicado em
11 de out. de 2022
Tempo de leitura
6 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Desfiles de moda feminina: as 10 tendências para o verão 2023, entre otimismo e inquietação

Publicado em
11 de out. de 2022

As Fashion Weeks dedicadas ao prêt-à-porter feminino para a primavera-verão 2023 trouxeram à tona duas tendências fortes e opostas. Por um lado, uma onda de vitalidade e descontração, com cores alegres, looks leves super sensuais, franzidos e fitas ondulantes, num espírito boudoir erótico. Por outro, uma costura mais obscura percorreu as passarelas de Nova York, Londres, Milão e Paris de 9 de setembro a 4 de outubro de 2023, com o preto como uma cor de destaque inusitada para o verão, uma certa veia militar, muitas peças de alfaiataria, bem como materiais tipicamente invernais, como o couro, fortemente presente. Com a guerra na Ucrânia, a crise energética na Europa, a escassez de materiais e a inflação, os estilistas têm mais de um motivo para se preocupar...


Dries Van Noten, primavera-verão 2023 - © PixelFormula

 
1. Preto, a nova cor do verão
 
Claramente, um certo pessimismo foi sentido nas passarelas. Se o apelo à celebração e à liberdade era dominante, os designers deixaram à tona uma certa preocupação com o futuro. Isso se traduziu em um preto inusitado, onipresente nas coleções de verão, muitas vezes oferecido em total look, muitas vezes no espírito dos anos noventa. Vários estilistas, como Dries Van Noten, Lutz Huelle da AZ Factory, Avelano, Ann Demeulemeester até mesmo abriram seus desfiles com uma longa série de silhuetas inteiramente pretas.


Ujoh, primavera-verão 2023 - DR


2. Alfaiataria desconstruída
 
O espírito de alta costura continua a dominar, surfando no declínio do sportswear visto no inverno. Costumes, ternos, jaquetas e casacos cortados em belas flanelas são onipresentes, especialmente em volumes amplos e confortáveis, mas sempre elegantes e acima de tudo criativos. Os clássicos são revisitados com grandes cortes de tesoura, redefinidos e liberados. As mangas se dividem ou desaparecem completamente. Os recortes se multiplicam nos ombros, nas costas, nas laterais. Às vezes, resta apenas a estrutura da jaqueta, que também pode ser colocada ao contrário, criando novas formas e volumes. Os estilistas brincam com sobreposições e assimetrias.


Burberry, primavera-verão 2023 - © PixelFormula

 
3. Couro

Outra surpresa, os costureiros apostam em materiais pesados, totalmente novos no guarda-roupa de verão, como a pele (GmbH) e principalmente o couro, que domina. Desgastados, envelhecidos, foscos, brilhantes ou envernizados como vinil, perfurados, vazados, com tachas, trabalhados em renda e bordado...Todas as variáveis ​​são exploradas, do couro liso à camurça, passando pelo couro torneado ou phyton. Marrom, muitas vezes preto, mas também declinado em cores na Marni, Chloé, Christian Wijnants, Miu Miu. Todos os estilos são convidados: espartilho e lingerie sadomasoquista, jaquetas biker com franjas, macacões de piloto, etc.


Act N°1, primavera-verão 2023 - © PixelFormula


4. Calça cargo 
 
O modelo promete ser a peça must-have do próximo verão. De preferência ampla, confortável e equipada com vários bolsos grandes. Ela aparece em estilo utilitário, em tecido de algodão robusto, em treliça cáqui como na Dior e Victoria/Tomas, camuflada na Isabel Marant, em nylon ou denim colorido na Versace. Também é proposta em versão romântica, como em cetim delicado na Fendi ou em tule rosa na Act N°1.


Miu Miu, primavera-verão 2023 - © PixelFormula

 
5. Bolsos patch ou removíveis 
 
Nesse espírito prático e utilitário, os bolsos de patch das calças cargo estão migrando por todo o guarda-roupa: em jaquetas, camisas, mangas, mas também em vestidos chiques de cetim ou tule transparente, gigantes em minivestidos (Louis Vuitton) ou em saias, e até jeans sutiãs tomara-que-caia na Blumarine. Isso sem falar nos dois bolsos grandes na frente dos microshorts, essenciais para o verão 2023. Várias marcas, como a Miu Miu e a Sacai, criaram saias com cinto ou avental com bolsos para colocar as mãos, enquanto Ann Demeulemeester oferece dois bolsos cruzados no peito.
 

Saint Laurent,primavera-verão 2023 - © PixelFormula


6. Bainha
 
Entre o espírito sensual e a necessidade de se proteger cobrindo todo o corpo, as mulheres do próximo verão adotarão de bom grado vestidos longos ou saias maxi justas que descem até os pés. Esses trajes de sereia em materiais brilhantes ou fluidos, como cetim, jersey, seda, malha ou até silicone, abraçam a silhueta, exaltando as curvas em movimentos sinuosos. Às vezes desprovidos de fendas, dificultam o caminhar. Saint Laurent, em particular, desenvolveu uma coleção inteira altamente aclamada sobre este tema.


N°21, primavera-verão 2023 - © PixelFormula

 
7. Seio e pele à mostra
 
A mudança ultra-sexy vista no verão passado continua ainda mais bela nesta temporada, com comprimentos ultra-curtos, ou fendas subindo até o topo das coxas, bem como uma série de peças em lingerie transparente, corpetes, espartilhos e roupas íntimas sedutoras. Sem mencionar os recortes onipresentes em todos os níveis em todas as peças. Para o verão de 2023, uma atenção especial é dada ao peito. Vestidos com ombros caídos revelam um seio; os sutiãs ficam à mostra, enquanto os decotes se abrem totalmente no peito. Sem falar nos tops de biquíni que na maioria das vezes são reduzidos a um pedaço de barbante, deixando os seios quase nus. Estes são também muitas vezes revelados sob túnicas translúcidas, outro must para o próximo verão.


Christian Cowan, primavera-verão 2023 - DR


8. Crinolinas e vestido de cesta
 
A imponência do século 18, que havia aparecido no verão de 2020, se instala como forte tendência para o próximo verão através de vestidos volumosos que inflam da cintura aos pés. Neste desejo de exuberância, entre o romantismo vitoriano e a extravagância barroca, as marcas oferecem crinolinas com multicamadas de tule, seda, cetim ou mesmo denim (Christian Cowan, Act N°1, Thom Browne, Giambattista Valli) ou vestidos com peplums (Acne Studios, Cecilie Bahnsen, Matty Bovan). Às vezes, a forma que infla nas laterais é apenas sugerida (Lanvin, Loewe). Em vários casos, as marcas revelam a estrutura dos cestos, com a sua gaiola ou argolas, como na Weinsanto (em versão assimétrica), Rochas, Monse ou mesmo Dior, que se inspira em Catherine de Médicis, e na marca Noir Kei Ninomiya, inspirada em Maria Antonieta.


Molly Goddard, primavera-verão 2023 - © PixelFormula

 
9. Vestido de noiva
 
Muitos designers quiseram comemorar o fim da pandemia com coleções solaress e alegres centradas em sentimentos positivos, tendo como tema central o amor simbolizado pelo coração, que aparece em estampas, bordados e aplicações em várias coleções, ou o slogan “love” , exibido, por exemplo, em uma camiseta na Undercover. Nesse contexto, o vestido de noiva está fazendo um retorno marcante nas passarelas, muitas vezes encerrando desfiles de moda. Algumas marcas se concentram diretamente no casamento, como a MSGM. Outros a abordam de forma indireta, como a N° 21 que explora o adultério e propõe vestidos de noiva rasgados e recompostos.


Marni, primavera-verão 2023 - © PixelFormula

 
10. Cor de pôr do sol 

As últimas horas na praia no verão, quando a luz muda de rosa pálido para amarelo, laranja, e depois para o vermelho brilhante antes de escurecer para índigo e azuis profundos, inspiraram mais de um estilista. Desde a Marni, que dedicou todo o desfile ao tema, a Ester Manas, Christian Wijnants, Ferragamo, mas também GCDS e Etro com looks de arco-íris. De um modo geral, as longas viagens exóticas, a vontade de fugir para o mar e banhar-se despreocupadamente influenciaram fortemente a paleta dos costureiros, que apostam, mais uma vez, em looks predominantemente monocromáticos, disponíveis em cores quentes e vibrantes.

Copyright © 2023 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.