Dermage espera crescimento de 20% em 2018 e faz planos de internacionalização

De farmácia de manipulação a uma empresa com 500 funcionários e 60 lojas, a Dermage se tornou referência nacional em dermocosméticos e já é a terceira marca mais vendida da Sephora no Brasil em skincare. Apenas no ano passado, a empresa cresceu 15% e, para este ano, espera atingir a marca de 20%, impulsionada principalmente pela abertura de novas lojas próprias em São Paulo. Viviane Soares, diretora de marketing e comercial da Dermage, bateu um papo com o Fashion Network sobre como a empresa tem superado os desafios da economia e sobre os planos de internacionalização. 


Loja da Dermage no Shopping Villa Lobos, em São Paulo - Divulgação

FASHION NETWORK: Em todos esses anos no mercado, vocês percebem alguma mudança no comportamento da brasileira quanto ao consumo de cosméticos?

Viviane Soares: Atualmente, a brasileira tem buscado produtos mais acessíveis em termos de preço, porém sem perder a qualidade. A Dermage percebeu esta mudança e agregou em seu portfólio produtos com esta característica (como as máscaras faciais em sachês que custam em média R$ 15), o que fez com que novas consumidoras tenham contato com a marca. Além disso, também percebemos um movimento pela busca de produtos mais naturais, com menor agressão possível ao meio ambiente, não testados em animais. Em 2017, lançamos a Linha Deli Fresh Organics com ingredientes naturais e orgânicos para atender a essa demanda.
 
Há planos de internacionalização da marca? 

Viviane Soares: Sim. Recentemente, a marca Dermage foi comprada nos EUA objetivando expandir as vendas no país nos próximos dois anos.


Máscaras em sachês foram parte da alternativa para driblar a crise - Divulgação

O que podemos esperar de lançamentos para este ano? 

Viviane Soares: A Dermage trará produtos diferenciados em sua linha de rejuvenescimento, com formulações exclusivas em relação a outras marcas. Com isso, ganhamos visibilidade em mercados pouco explorados. Investiremos forte também na renovação da nossa linha capilar e iremos expandir nossa linha de máscaras faciais, um sucesso entre as consumidoras! 
 
Como vocês planejam e lidam com a constante renovação da marca em termos de estratégias de inovação?

Viviane Soares: A inovação está sempre presente na estratégia da marca. A Dermage participa anualmente de 2 a 3 eventos internacionais focados em tendências de tecnologia, conceitos e ativos dermocosméticos. Com isso, a marca se renova sempre, aplicando todo conhecimento adquirido nos lançamentos de produtos e buscando atender às necessidades da pele brasileira. E também temos alguns projetos em parceria com institutos de pesquisa para desenvolver moléculas com Nanotecnologia.  Além disso, há muitos anos, a Dermage investe na apresentação de posters de produtos em congressos da academia americana (AAD) e europeia (EADV) de dermatologia.

A Dermage tem um perfil de fidelizar muito os consumidores. A que vocês creditam este diferencial?

Viviane Soares: Acreditamos que o grande diferencial da Dermage é a alta eficácia, segurança e qualidade dos produtos, o que resulta na confiança dos clientes. Além disso, buscamos estar sempre próximos do nosso consumidor, por meio de ações especiais nos pontos de venda, como maquiagem, revitalização facial, brindes e coquetéis de lançamento de produto. Toda essa confiança se reflete ainda nas redes sociais, onde os consumidores buscam a marca como fonte de informação sobre os principais cuidados com a pele. 


Viviane Soares, diretora de marketing e comercial da Dermage - Divulgação

Há também um trabalho com dermatologistas na linha de tratamento? Como isso é feito? 

Viviane Soares: A Dermage tem uma equipe de visitação médica focada principalmente na regiões Sudeste e Sul. Atualmente, visitamos em tornos de 4 mil dermatologistas e pretendemos expandir este número. O trabalho é feito com produtos de tratamento facial, como Improve (linha de vitamina C amplamente conhecida), Secatriz (para tratar acne), Clarité (tratamento de melasma), além dos capilares como Revitrat Zn, OP e anti-queda, focados em dermatite do couro cabeludo e queda capilar.

Vocês mantêm o serviço de manipulados. Essa parte ainda é expressiva na empresa? 

Viviane Soares: A Dermage nasceu da manipulação de fórmulas, é o DNA da marca e, por isso, o serviço é mantido pela matriz no Rio de Janeiro e em outros estados por meio de franquias. O carro-chefe de vendas é a linha de produtos industrializados, tendo a manipulação uma representatividade de 12% do volume de vendas.
 

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

CosméticaEstéticaCabeleireiroBeleza - DiversosNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER