×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
6 de mai. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Depois da perfumaria, Carine Roitfeld quer se aventurar em outros universos

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
6 de mai. de 2022

Carine, esse é o nome da nova fragrância assinada pela francesa Carine Roitfeld. Três após o lançamento de sua primeira coleção de fragrâncias nomeada 7 Lovers, uma ode aos sete homens de sua vida, a ex-editora-chefe da Vogue France oferece, portanto, um perfume mais pessoal, criado pelo mestre perfumista Dominique Ropion, que atua na casa de composição IFF (220 euros o frasco de 90 ml).


Perfume Carine de Carine Roitfeld - Max Von Gumppenberg


“Assim como na primeira coleção de perfumes, trabalhamos sozinhos. Carine (Roitfeld) trabalha em suas fragrâncias desde 2015, demoramos muito, principalmente pela complexidade dos regulamentos", explica Vladimir Restoin-Roitfeld, presidente do CR Fashion Book. Fundada em 2012 por sua mãe Carine Roitfeld, esta empresa engloba atividades editoriais com a revista de moda semestral CR Fashion Book, a agência de conteúdo criativo CR Studio e, portanto, a casa de perfumaria Carine Roitfeld.

A primeira coleção de perfumes, lançada em maio de 2019, foi vendida exclusivamente por seis meses no site Net à Porter, antes de iniciar uma comercialização mais ampla. Além de Dominique Ropion, a equipe de Carine Roitfeld contratou os serviços de outro especialista em perfumes, David Frossard, fundador da marca de perfumes Obvious e da empresa Different Latitudes, para supervisionar a distribuição na França e em alguns países europeus. No entanto, a pandemia global e o fechamento de lojas acabaram desacelerando os negócios.

Assim, com o lançamento do perfume Carine, a marca está se redistribuindo, beneficiando-se de uma assinatura mais forte. "Desde fevereiro estamos presentes na Liquides, em Paris, na Harrods, em Londres, que nos oferece uma vitrine muito boa, e estamos chegando na Printemps", explica Vladimir Restoin-Roitfeld.

E se ainda é cedo para fazer uma avaliação inicial da recepção reservada de Carine, os mercados italiano e inglês são, até o momento, os mais eficientes. A fragrância Carine também está dando seus primeiros passos na Ásia, nomeadamente no Japão, Coreia do Sul e China, um mercado cada vez mais aberto à perfumaria e em particular ao nicho de mercado em que a marca está ancorada.

"Há grandes colaborações por vir, incluindo uma com uma marca de moda, mas não posso dar mais detalhes. Também estamos estudando a possibilidade de desenvolver uma linha de maquiagem Carine Roitfeld, mas também uma coleção de óculos e sapatos sob licença", explica Vladimir Restoin-Roitfeld que, antes de ingressar na CR Fashion Book em 2015, gerenciou uma galeria de arte em Nova York, cidade onde está baseado presidindo a empresa.

Carine Roitfeld pode, portanto, com o tempo, tornar-se também uma marca de beleza, mas também uma marca de moda. Quanto ao capítulo relacionado aos perfumes, este não está concluído, pois estão previstos novos lançamentos para o verão europeu.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.