×
891
Fashion Jobs
STUDIO Z
Coordenador de Planejamento Comercial
Efetivo - CLT · FLORIANÓPOLIS
GRUPO MEIA SOLA
Gerente de Marketing
Efetivo - CLT · FORTALEZA
GRUPO BOTICARIO
Executivo de Vendas ii (São Paulo)
Efetivo - CLT · São Paulo
LULITEX COM IMP EXP LTDA
Auxiliar Comercial
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
GRUPO LUNELLI
Analista de Gestão de Pessoas Pleno - Treinamento e Desenvolvimento
Efetivo - CLT · Guaramirim
GRUPO LUNELLI
Analista de Gestão de Pessoas - Assistente Social
Efetivo - CLT · Guaramirim
GRUPO BOTICARIO
Supervisor(a) de Lojas - Quem Disse, Berenice?
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
CAMICADO
Supervisor de Vendas e Operação de Loja - Brasília
Efetivo - CLT · Brasília
RENNER
Encarregado de Logistica E-Commerce
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
GRUPO BOTICARIO
Supervisor(a) de Lojas - o Boticário
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
GRUPO BOTICARIO
Product Owner E-Comm
Efetivo - CLT · Curitiba
IBRANDS
Líder de Logística
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
GRUPO BOTICARIO
Analista Gestão de Riscos Csc pl
Efetivo - CLT · Curitiba
AVON
Comprador Sênior
Efetivo - CLT · São Paulo
AVON
Comprador Sênior
Efetivo - CLT · São Paulo
RENNER
Supervisor de Vendas| Sobral Shopping - ce
Efetivo - CLT · Sobral
RENNER
Supervisor de Vendas | Rio Verde
Efetivo - CLT · Rio Verde
RENNER
Supervisor de Vendas| Imperial Shopping - Imperatriz ma
Efetivo - CLT · Imperatriz
RENNER
Supervisor de Vendas| Shopping Golden Calhau - São Luís
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| São Luís Shopping
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| Natal Shopping
Efetivo - CLT · Natal
RENNER
Supervisor de Vendas| Sobral Shopping - ce
Efetivo - CLT · Sobral

Cresce o número de empresas brasileiras exportadoras em 2015

Por
Agencia Brasil
Publicado em
today 23 de dez de 2015
Tempo de leitura
access_time 3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Em 2015, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) apoiou 12.212 empresas no processo de promoção das exportações e internacionalização de seus negócios. O número é 14,8% maior do que o registrado em 2014.

Com o suporte da Agência, que inclui pesquisas de mercado e organização de ações de promoção comercial, as empresas – de 84 setores – exportaram US$ 55,1 bilhões, para 218 mercados.

|Foto - Arquivo


Além do aumento no número de empresas exportadoras, a Apex-Brasil também fechou o seu balanço do ano registrando um desempenho melhor que o das empresas exportadoras não apoiadas.

Isso porque, enquanto as empresas apoiadas apresentaram redução acumulada nas vendas internacionais de 3,1%, aquelas que não integram os projetos da Agência tiveram 16% de queda. Entre janeiro e novembro a balança brasileira acumulada apresenta um saldo de US$ 13,4 bilhões, havendo uma queda tanto nas exportações quanto nas importações.

Para 2016, a Apex-Brasil trabalha com a inclusão de novos setores produtivos no seu portfólio de atuação: engenharia consultiva, biotecnologia e implementos rodoviários. A Agência também atuará em três novas frentes: liderança feminina, jovens universitários e tecnologia assistiva.
 
A proposta é capacitar seis mil empresas lideradas por mulheres para que iniciem vendas internacionais. No caso dos universitários, a ideia é prepara-los para que no futuro se tornem gestores que consideram o mercado internacional em todas as suas atividades.

E no campo da tecnologia assistiva – setor de soluções para inclusão de pessoas com deficiência – o objetivo é apoiar empresas deste segmento para se insiram no comércio internacional. Este é um mercado que cresce em torno de 15% ao ano – há uma forte demanda especialmente nos Estados Unidos, Argentina, México, Colômbia, Coréia do Sul, Arábia Saudita e Emirados Árabes.
 
"O setor privado precisa olhar para as oportunidades que há no mundo. As empresas têm que colocar, definitivamente, as exportações em suas estratégias de crescimento", afirmou Barioni.
  
Em destaque no próximo ano há o reforço das iniciativas de promoção de produtos brasileiros diretamente nos pontos de vendas estrangeiros, por meio de parcerias com grandes redes de varejo.

Foto: Reprodução


A Kamei, uma das maiores importadoras e distribuidoras do Japão, é uma das parceiras em ações da Apex-Brasil e irá distribuir e promover produtos nacionais em 50 pontos de venda no país. Está prevista, também, uma nova parceria com o grupo Casino, da França, que já distribui produtos brasileiros em 156 lojas da rede na França.

Outros projetos em andamento envolvem os grupos City Shop na China, Shoprite e Pick and Pay na África do Sul, e Roundy’s nos Estados Unidos.
 
Na frente de atração de investimentos, a Apex-Brasil apoiou diretamente cinco empresas multinacionais que anunciaram investimentos de R$ 518 milhões no país.

A Agência também facilitou a realização de 30 operações internacionais de investimentos em participação, que resultaram em R$ 10,015 bilhões de aportes em empresas brasileiras. O trabalho de atração de investimentos estrangeiros foca, principalmente, em serviços financeiros, tecnologia ambiental, TICs, energia e transportes.
 
A Apex-Brasil é um serviço social autônomo, vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, e que atua para promover as exportações brasileiras e atrair investimentos produtivos para o Brasil.

Em parceria com entidades setoriais, a Agência, em 2015, viabilizou a participação de empresas brasileiras em 886 eventos, em todos os continentes.

Fonte: Portal Apex-Brasil

Copyright © 2019 Agência Brasil. Todos os direitos reservados.