×

COVID-19: L'Oréal está comprometida com os actores mais frágeis da saúde

Por
AFP-Relaxnews
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
20 de mar de 2020
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

(Relaxnews) - O Grupo L'Oréal anuncia, quarta-feira (18 de março), o lançamento de um "plano europeu de solidariedade para apoiar na luta contra o novo coronavírus para todas as partes interessadas". O plano é destinado a apoiar não apenas hospitais, EHPAD (Etablissement d’Hébergement pour Personnes Agées Dépendantes, ou Estabelecimento de Alojamento para Idosos Dependentes), farmácias e actores da distribuição de alimentos, mas também pessoas em situações precárias.

A indústria da moda e dos cosméticos tem vindo a demonstrar, há alguns dias, a vontade de se comprometer na luta contra a pandemia de COVID-19, seja em França, na Europa, ou mesmo no resto do mundo. Entre eles, os maiores grupos do sector do luxo, decidiram concentrar os seus esforços na produção de gel e máscaras hidroalcoólicos, para protegerem os protagonistas da linha da frente e a população.


L'Oréal lança plano de solidariedade


Depois da LVMH mobilizar três unidades de produção, geralmente destinadas a produzir fragrâncias Dior, Givenchy e Guerlain, para fabricar nada menos do que 12 toneladas de gel por semana, agora é a vez da L'Oréal mostrar a sua solidariedade com os heróis envolvidos na luta contra a pandemia e com os mais frágeis.

Entre os compromissos assumidos, destacamos a intensificação da produção de gel hidroalcoólico através de diferentes marcas da L'Oréal. Em particular, a La Roche-Posay, será responsável pelo equipamento de todos os hospitais, EHPAD e principais farmácias parceiras na Europa, enquanto a Garnier distribuirá gratuitamente vários milhões de unidades de gel a todos os clientes europeus de distribuição alimentar.

"Nesta situação de crise excepcional, a nossa responsabilidade é contribuir de todas as maneiras possíveis para o esforço colectivo. Através destes gestos, a L'Oréal deseja expressar sua gratidão, apoio e solidariedade com todos aqueles que estão a mobilizar-se com extraordinária coragem e auto-sacrifício no combate desta pandemia," disse Jean-Paul Agon, Chairman e CEO do Grupo L'Oréal, num comunicado à imprensa.

Todos os sectores mobilizados

Este plano europeu não diz respeito apenas aos actores dos sectores da saúde e da distribuição alimentar que estão na linha da frente, mas também às pessoas mais vulneráveis. Sensibilizada com a causa, a Fundação L'Oréal anuncia uma doação de um milhão de euros, kits de higiene e gel hidroalcoólico, para as suas associações parceiras que trabalham para combater a precariedade. Estes produtos essenciais serão distribuídos aos assistentes sociais, voluntários e beneficiários.

De uma maneira geral, muitos agentes da indústria da moda e da beleza estão a participar nesta luta implacável contra a propagação do novo coronavírus. Existem inúmeras oficinas têxteis empenhadas em produzir máscaras, em todo o mundo, assim como marcas que lhes doam restos de tecido.

A marca ética e eco-responsável 1083, por exemplo, reorganizou o seu atelier de Romans (França) para produzir máscaras de protecção e assim satisfazer as exigências do pessoal de saúde da localidade, médicos e farmacêuticos.

Em Itália, atualmente o país mais afectado do mundo pela pandemia, a solidariedade é a mesma. Um fabricante de gravatas com sede na Calábria começou a usar restos de tecido para fabricar máscaras de protecção, reservando o dinheiro angariado para a região comprar equipamento médico.

Felizmente, estes casos não são únicos em França, em Itália e no mundo.
 

Copyright © 2020 AFP-Relaxnews. All rights reserved.