×

Courrèges e Yolanda Zobel terminam colaboração

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 3 de jan de 2020
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Nomeada em fevereiro de 2018 como líder da direção artística da Courrèges, Yolanda Zobel deixa a maison de moda fundada em 1961 em Paris por André e Coqueline Courrèges.


Yolanda Zobel - photo Mark Peckmezian


De acordo com um comunicado oficial da marca datado de 3 de janeiro de 2020, esta saída é resultado de uma "decisão mútua". No entanto, acontece após os desfiles da marca terem recebido reações mistas.
 
A mais recente, a coleção primavera-verão 2020 apresentada em Paris ao longo do Canal Saint-Martin, em setembro de 2019, revelou um novo vinil à base de algas, uma abordagem ecologicamente responsável que deveria substituir o icónico material plástico da Courrèges e deixou perplexos alguns observadores.

A designer franco-alemã Yolanda Zobel começou a sua carreira na Giorgio Armani no início dos anos 2000, evoluindo posteriormente nas casas Chloé, Jil Sander e Acne Studios, onde conheceu Christina Ahlers, que atualmente está na direção-geral da Courrèges. Será, assim, esta última quem anunciará em breve o sucessor de Yolanda Zobel.
 
Desde setembro de 2018, a maison Courrèges pertence a 100% à Artémis, a holding da família Pinault, proprietária da Kering.

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.