×
Por
Exclusivo
Publicado em
4 de out. de 2010
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Courovisão encerra com avaliação positiva da organização

Por
Exclusivo
Publicado em
4 de out. de 2010

Na tarde desta quinta-feira (30 de setembro), ocorreu a entrevista coletiva de encerramento da Courovisão - Feira Internacional de Componentes, Couros, Equipamentos, Químicos e Acessórios para Calçados e Artefatos. O evento, que aconteceu na Fenac, em Novo Hamburgo/RS, mostrou os lançamentos para a próxima temporada outono-inverno. O diretor-presidente da Fenac, Ricardo Michaelsen, afirmou que a mostra, sem dúvida, atingiu o objetivo de apresentar os materiais que compõem a temporada. Segundo ele, os expositores entenderam a mensagem da iniciativa - com o foco em moda - e esqueceram a comparação com a Fimec, evento de maior proporção. “A Courovisão tem importância porque o inverno requer mais materiais, já que demanda mais componentes”, frisou.

Michaelsen reafirmou que a Courovisão teve, nos últimos 11 anos, muitos revezes com mudanças de data que enfraqueceram o evento. “Mesmo estando na décima primeira edição, agora que a feira começa a ganhar corpo”, apontou. O trabalho de divulgação realizado junto aos polos calçadistas do Brasil, nos últimos meses, surtiu bom resultado, evidenciado através da visitação de empresários, designers e estilistas de diferentes estados. "É uma mostra que vem num crescente e será ainda maior no próximo ano", definiu. Os números definitivos de visitação e de negócios serão revelados nos próximos dias, quando serão apresentados os resultados de uma pesquisa realizada pela Universidade Feevale (Novo Hamburgo/RS) junto aos participantes.

O presidente da Associação das Indústrias de Curtumes do Rio Grande do Sul (AICSul), Francisco Gomes, apontou que o evento deu demonstrações da pujança da cadeia calçadista como um todo. A feira, segundo ele, transcendeu o segmento de couro e, hoje, é uma referência para toda indústria de base. “Entre idas e vindas a Courovisão encontrou seu formato e deve prosseguir esse modelo que está dando certo", destacou. “É uma feira gostosa de se ver", frisou.

Já o presidente da Associação Brasileira de Estilistas de Calçados e Afins (Abeca), Valdemar da Silva, destacou a habilidade dos curtumes em trabalhar com o couro e na grande oferta de peles diferenciadas na feira. Segundo ele, o Vale dos Sinos, no Rio Grande do Sul - que conta com a maior parte dos expositores da Courovisão - demonstrou, mais uma vez, a capacidade que possui em reverter situações desfavoráveis. O presidente da Associação Brasileira dos Químicos e Técnicos da Indústria do Couro (Abqtic), Roberto Kamelman, disse que a feira não deixou nada a dever pra ninguém e que a Courovisão mostrou um novo espaço pra agregação de valor. Destacou as oportunidades com alternativas sustentáveis expostas na feira

A Courovisão, em 2011, ocorrerá de 27 a 29 de setembro.

Copyright © 2022 Exclusivo On Line. Todos os diretos Reservados.