×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
18 de jul. de 2020
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Couro mexicano continua forte no Brasil e aumenta sua exportação para três dígitos

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
18 de jul. de 2020

O último relatório do Centro Brasileiro das Indústrias de Curtimento (CICB) revelou que, no primeiro semestre de 2020, a indústria mexicana exportou 261.984 metros quadrados de couro e pele para o mercado brasileiro,  um aumento de 173,7% em relação ao primeiro semestre de 2019.


Couro mexicano ganha força no Brasil e aumenta sua exportação para três dígitos - FreeImages


Em relação à análise por peso, o CICB informou que o México exportou 546.333 metros quadrados de pele e couro entre janeiro e junho, ante 146.510 no mesmo período do ano passado, um aumento de 272,9%.

Por outro lado, em termos de valor, o resultado foi ligeiramente negativo. Especificamente, na primeira metade do ano, a indústria mexicana de pele e couro exportou 728.669 dólares, um pouco abaixo do total registrado entre janeiro e julho de 2019, quando foram embarcados 758.551 dólares.

No ranking global, o México conseguiu se posicionar como o quinto maior fornecedor de couro para o Brasil, sua melhor posição em vários anos. A indústria mexicana foi superada apenas pela Itália, Argentina, Uruguai e Estados Unidos, este último o primeiro colocado da lista, com embarques para o mercado brasileiro de 6,9 ​​milhões de dólares, 233.036 metros quadrados e 4,2kg de couro e pele.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.