Couro brasileiro ganha peso no Uruguai

De janeiro a outubro deste ano, o mercado uruguaio aumentou a importação de couro do Brasil, em relação ao mesmo período de 2017, de acordo com o último relatório do Centro das Indústrias do Curtumes do Brasil (CICB) publicado este mês.


Couro brasileiro ganha peso no Uruguai - lineapelle-fair.it

Enquanto a indústria uruguaia do couro desacelerou suas exportações em 2018, atingindo um declínio de 9%, as importações de couro brasileiro para o Uruguai ultrapassaram os 4 milhões de quilos de janeiro a outubro, registrando um aumento de 47,9% em termos de volume, em comparação ao dez primeiros meses de 2017, que registrou 2,7 milhões de quilos.

Em contrapartida, apesar do aumento de quase 50% nas importações de couro brasileiro em termos de peso, o Uruguai reduziu seu investimento em 15,1%. De acordo com a entidade, entre janeiro e outubro deste ano, o mercado uruguaio pagou 11,8 milhões de dólares em compras de couro ao Brasil, menos do que os 13,9 milhões de dólares investidos no mesmo período de 2017.

Dos mais de 90 países de destino do couro e pele brasileiros, o Uruguai se destaca como o segundo maior comprador da América Latina, atrás apenas do México, que se mantém firme como o maior importador na região. No ranking global, China, Estados Unidos e Itália ocupam o ranking dos melhores mercados para as exportações de couro e peles Made in Brasil.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

TêxtilIndústria
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER