Coty: CEO abandona o cargo

A empresa americana de cosméticos e fragrâncias anunciou na segunda-feira que o seu CEO, Camillo Pane, se afastou do cargo por motivos familiares com efeito imediato.


Instagram: @covergirl
 
"Estamos gratos pelas contribuições de Camillo para a Coty durante o seu período como CEO. A sua liderança tem sido vital para a integração da Coty na divisão de beleza da P&G", declarou Bart Becht, presidente da Coty.
 
Após a transação, Camillo impulsionou o crescimento das unidades de Luxo e Profissional, construiu uma equipe de gestão mais forte e cumpriu com os compromissos de sinergia associados ao acordo económico.

A empresa nomeou Pierre Laubies, antigo CEO da marca de bebidas holandesa Jacobs Douwe Egberts, para substituir Pane com efeito imediato.
 
A Coty também indicou que pretende consolidar o seu conselho com a adição de dois novos membros independentes. Peter Harf ficará encarregado da presidência, substituindo Bart Brecht, e Erhard Schoewel será diretor independente principal.

O anúncio chega dias após a Coty, cujo portefólio de marcas de consumo, luxo e profissionais inclui insígnias como Covergirl e Burberry, anunciar que não alcançou as suas projeções de vendas para o primeiro trimestre do ano.

O lucro líquido caiu 9,2% para 2030 milhões de dólares, abaixo da expectativa média dos analistas de 2170 milhões. A Coty atribuiu esta queda às interrupções na sua cadeia de abastecimento, tendo descrito o seu primeiro trimestre como decepcionante.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

PerfumesCosméticaNomeações
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER