×
Publicado em
18 de jan. de 2017
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Confira as 25 marcas mais valiosas do varejo mundial

Publicado em
18 de jan. de 2017

Pelo 11º ano, a Kantar e a WPP realizaram o ranking das marcas de varejo mais valiosas do mundo. Neste ano, o que se vê é a presença ainda mais representativa do e-commerce. E neste ano a Amazon lidera a lista, com um valor de marca de mais de US$ 98 bilhões – um crescimento de 59% em relação
a 2016.

Ranking
Confira as 25 marcas globais de varejo mais valiosas do mundo:

Estudo mostra quais são as redes de varejo globais com maior valor de marca. A primeira do ranking vale quase US$ 100 bilhões.


A gigante do varejo eletrônico destronou há quatro anos o Walmart, rede de varejo tradicional e que está há mais de 50 anos no mercado. Para ter conseguido se mante na primeira posição, a Amazon segue com fortes investimentos em tecnologia e com a estratégia de escalar o negócio geograficamente.

Além do tradicional e-commerce, a gigante de tecnologia tem investido em streaming e produções de séries, tal como Netflix, sem contar na atuação no mercado de serviços corporativos, que já atendem a mais de 200 mil pequenos e grandes negócios.

Atrás dela aparecem seus concorrentes mais diretos no Top 10, como Alibaba, que está na segunda colocação, com um valor de marca de US$ 49,3 bilhões e o eBay, na 10ª colocação, com um valor de marca de US$ 11,5 bilhões.

As três juntas correspondem por 40% do valor total das 25 marcas de varejo globais.

Ano difícil
O ano foi complicado para as empresas globais do setor. Das 25 marcas, 12 apresentaram queda no valor de marca, com destaque para a loja de departamento australiana Woolworths, cujo valor de marca caiu nada menos que 37% entre 2016 e 2017.

A rede está passando por reestruturação, diante do mercado cada vez mais competitivo neste mercado. A companhia está criando novos serviços para aumentar a experiência dos consumidores.

O próprio Alibaba, segundo no ranking, sofreu no último ano: o valor de marca da companhia caiu 26%, bem como o Walmart, cujo valor de marca recuou 23%.

Fonte: Portal NOVAREJO

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.