×
913
Fashion Jobs
CAEDU
Gerente de Grupo Produto - Infantil
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Supervisor de Vendas - Barueri
Efetivo - CLT · Barueri
CAEDU
Supervisor de Vendas - Alto Tietê
Efetivo - CLT · Ferraz de Vasconcelos
STUDIO Z
Coordenador de Planejamento Comercial
Efetivo - CLT · FLORIANÓPOLIS
GRUPO MEIA SOLA
Gerente de Marketing
Efetivo - CLT · FORTALEZA
GRUPO BOTICARIO
Executivo de Vendas ii (São Paulo)
Efetivo - CLT · São Paulo
LULITEX COM IMP EXP LTDA
Auxiliar Comercial
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
GRUPO LUNELLI
Analista de Gestão de Pessoas Pleno - Treinamento e Desenvolvimento
Efetivo - CLT · Guaramirim
GRUPO LUNELLI
Analista de Gestão de Pessoas - Assistente Social
Efetivo - CLT · Guaramirim
GRUPO BOTICARIO
Supervisor(a) de Lojas - Quem Disse, Berenice?
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
CAMICADO
Supervisor de Vendas e Operação de Loja - Brasília
Efetivo - CLT · Brasília
RENNER
Encarregado de Logistica E-Commerce
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
GRUPO BOTICARIO
Supervisor(a) de Lojas - o Boticário
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
GRUPO BOTICARIO
Product Owner E-Comm
Efetivo - CLT · Curitiba
IBRANDS
Líder de Logística
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
GRUPO BOTICARIO
Analista Gestão de Riscos Csc pl
Efetivo - CLT · Curitiba
AVON
Comprador Sênior
Efetivo - CLT · São Paulo
AVON
Comprador Sênior
Efetivo - CLT · São Paulo
RENNER
Supervisor de Vendas| Sobral Shopping - ce
Efetivo - CLT · Sobral
RENNER
Supervisor de Vendas | Rio Verde
Efetivo - CLT · Rio Verde
RENNER
Supervisor de Vendas| Imperial Shopping - Imperatriz ma
Efetivo - CLT · Imperatriz
RENNER
Supervisor de Vendas| Shopping Golden Calhau - São Luís
Efetivo - CLT · São Luís

Compras não taxadas caíram fortemente em março de 2016

Publicado em
today 16 de mai de 2016
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

As despesas mundiais de produtos não taxados atingiram em março de 2016 seu nível mais baixo em 4 anos, com uma queda anual de 18%, segundo a especialista das compras não taxadas Global Blue.

Global Blue


Os resultados são evidentemente decepcionantes, se os compararmos ao avanço de 2% observado em fevereiro e, mais ainda, se levarmos em conta o fato de que o avanço anual havia sido de 47% em março de 2015. A Global Blue explica que o desempenho realizado no ano passado se ligava a taxas de câmbio favoráveis para os consumidores chineses, bem como a um ano novo chinês mais tardio.
 
Combinando os dados de fevereiro e março para se levar em conta o ano novo chinês, as despesas dos consumidores chineses exibem recuo de 9% em 2016, face a um crescimento de 87% em 2015. Fatores geopolíticos, como a instauração de uma nova política para os vistos Schengen biométricos, mas também a desaceleração econômica chinesa e as ameaças terroristas na Europa desempenharam um papel notável.

Na Europa, as despesas não taxadas caíram 22%. Na Ásia, a queda foi limitada a 1%, uma vez que a região começou a absorver uma demanda até então dirigida à Europa. Os consumidores chineses preferem, na verdade, efetuar cada vez mais suas compras mais perto de casa.
 
A Global Blue prevê que o ano que vem será "delicado" para o setor do luxo. Um especialista do setor assim declarou: "Os turistas hesitam ainda em viajar para a Europa depois dos ataques terroristas em Paris e Bruxelas, e a introdução dos vistos biométricos tem um impacto prolongado sobre o número de visitantes da região".

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.