×
893
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Com maior demanda por produtos de beleza, P&G eleva previsão para o ano inteiro

Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 22 de out de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

A empresa americana Procter & Gamble anunciou na terça-feira (22) que elevou suas estimativas de vendas e lucros para o ano inteiro após registrar resultados acima do esperado no primeiro trimestre, que foi impulsionado pela demanda por suas marcas de beleza premium, como SK-II e Olay.



A fabricante de produtos para cuidados pessoais nº 1 do mundo prevê um crescimento dos lucros do ano inteiro na faixa de 5% a 10%, em comparação com a estimativa anterior de crescimento de 4% a 9%. A P&G espera que as vendas do ano inteiro cresçam até 5%, em comparação com a expectativa anterior de 4%.

As vendas orgânicas, que excluem aquisições, desinvestimentos e efeitos cambiais, aumentaram 7% no primeiro trimestre. A empresa americana teve um crescimento sólido em seu segmento de beleza e saúde, com aumento de 10% nas vendas orgânicas de produtos de beleza.

As vendas orgânicas na unidade de limpeza, um ponto sensível para a empresa, registraram um crescimento de 1%. Sua marca de barbear, Gillette, registrou uma depreciação de 8 bilhões no quarto trimestre. No total, as vendas líquidas subiram 6,6%, para 17,80 bilhões de dólares, superando a estimativa média dos analistas de 17,42 bilhões de dólares, de acordo com dados IBED da Refinitiv.

O lucro líquido atribuível à empresa aumentou para 3,59 bilhões de dólares, ou 1,36 dólar por ação, nos trimestre encerrado em 30 de setembro, ante 3,20 bilhões de dólares ou 1,22 dólar por ação no mesmo período do ano anterior.

Excluindo itens, a companhia ganhou 1,37 dólar por ação, superando a estimativa de 1,24 dólar.
 

© Thomson Reuters 2019 All rights reserved.