×
Publicado em
17 de jun. de 2022
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Com investimento de R$1.1 milhões, Arezzo&Co transforma Alme em laboratório de inovação para iniciativas de sustentabilidade

Publicado em
17 de jun. de 2022

A Alme, marca do grupo Arezzo&Co referência em conforto, design e sustentabilidade, passa a atuar como um laboratório de inovação para pesquisa e desenvolvimento de novas soluções em confecção de calçados de menor impacto ambiental. 100% do portfólio de produtos da Alme possuem a premissa de baixo impacto ambiental da companhia, além de já compensar 100% das emissões de CO2 da sua produção por meio de compra de créditos de carbono.


Alme

 
Com a estratégia, a Arezzo&Co passa a destinar uma parte do investimento em sustentabilidade da companhia - cerca de R1.100.000 por ano - para a Alme, para que a marca passe a atuar de forma ativa na catalisação de ideias e soluções inovadoras que possam ser testadas e reproduzidas na própria Alme e também em outras marcas do grupo.
 
Hoje, todos os produtos comercializados pela Alme passam por uma Análise de Ciclo de Vida, metodologia utilizada para mensuração dos impactos ambientais causados ao longo da vida de um produto, desde a origem das matérias primas utilizadas e processos fabris até o descarte ou destinação final. Na Alme, as análises são desenvolvidas pela UpCycle, consultoria especializada em economia circular que utiliza uma metodologia internacional de padrão ISO14040 para mensurar a pegada de carbono de todos os calçados produzidos.

O resultado do estudo é a mensuração do impacto de cada par de sapatos ao longo da sua vida - medida em quilos de CO2 -, para que as emissões sejam compensadas e consequentemente neutralizadas. Com a compra de créditos de carbono para a neutralização de emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE), a Alme financia iniciativas de preservação na floresta Amazônica - em parceria com a Biofílica - na região do Vale do Rio Jari, no Pará. O projeto oferece proteção à floresta e apoia o desenvolvimento da agricultura familiar, evitando o desmatamento e gerando impacto social positivo.
 
Em 2021, a marca neutralizou 275 toneladas de emissões de carbono, referente a 2021 e 2022. Até 2024, o grupo Arezzo&Co como um todo tem a meta de neutralizar 100% das emissões do escopo 1, 2 e 3. Para garantir a transparência do processo ao consumidor final, todos os produtos Alme contam com um QR Code com as informações relacionadas a todas as etapas do processo produtivo, a composição do produto e a pegada de carbono dele em cada fase da produção. Toda a rastreabilidade foi validada por blockchain em uma parceria com a Rastra CC, startup de tecnologia e rastreabilidade.
 
Além da utilização de matérias-primas certificadas e de baixo impacto ambiental, a Alme também desenvolve uma série de ações para reduzir o impacto de seus produtos no meio ambiente. Um deles é o projeto Alme Retorna, que propõe uma solução de descarte de sapatos que ficaram inutilizados. O sapato (de qualquer marca) pode ser enviado à qualquer loja própria da Alme. Os itens são encaminhados para reciclagem, podendo ser utilizados como combustível na para produção de cimento, por exemplo. Outra iniciativa é o ponto de coleta oficial TROC, localizado na loja da Oscar Freire. A TROC é um brechó online, também do grupo Arezzo&Co, que disponibiliza uma sacola - a TROC Bag - onde as pessoas podem colocar roupas e calçados usados - e em bom estado - para serem vendidos por meio da plataforma, promovendo, assim, a moda circular.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.