×
Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
20 de fev. de 2018
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Co-fundador da Guess, Paul Marciano, deixa suas funções após acusações de assédio sexual

Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
20 de fev. de 2018

Em meio às acusações de assédio sexual feitas no início deste mês, a marca americana Guess anunciou na terça-feira (20) que, por enquanto, seu co-fundador, Paul Marciano, deixará suas funções na empresa.



"Eu garanto minha plena cooperação à companhia, e tenho total confiança em nosso CEO, Victor Herrero, para continuar liderando a empresa durante este período", declarou Paul Marciano.

A empresa declarou que " leva muito à sério quaisquer alegações de assédio sexual, e está empenhada em manter um ambiente de trabalho seguro, e espera ansiosamente pela conclusão de uma investigação completa de todos os fatos".

No início deste mês, o modelo e atriz Kate Upton acusou, através da sua conta no Twitter, Paul Marciano de ter usado sua posição de poder para assediar mulheres.

Após a acusação, o conselho administrativo da marca formou um comitê especial composto por dois diretores independentes, para supervisionar uma investigação sobre as acusações feitas contra Paul Marciano.
 

© Thomson Reuters 2021 All rights reserved.