×
Publicado em
29 de ago. de 2016
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Cibele Ramm estrela editorial BOBSTORE 'Tradição Hi-Tech'

Publicado em
29 de ago. de 2016

Conciliando referências étnicas e cosmopolitas, onde a cultura étnica se mistura à tecnologia, a edição de primavera do editorial 'Tradição Hi-Tech' da revista BOBSTORE traz a musa gaúcha da modelagem Cibele Ramm.

Cibele Ramm para o editorial 'Tradição Hi-Tech' edição de primavera da revista BOBSTORE.

 
A estrela foi fotografada pelo fotógrafo Jacques Dequeker em looks com styling de Giovanni Frasson. No que diz respeito à nova coleção da marca, esta une referências étnicas e cosmopolitas, dividindo-se entre trabalhos manuais, como o macramê e o crochê, e tecidos tecnológicos que aliam o caimento e toque de tecidos naturais à praticidade de peças sintéticas.  
 
Esse contraste é retratado no editorial que apresenta peças de inspiração étnica diante de painéis luminosos, costurando uma conexão entre passado e presente, tema recorrente do debate fashion internacional.

Enquanto posava, Cibele contou um bocadinho sobre si. A modelo foi descoberta num concurso em Pelotas, sua cidade natal, e hoje empresta sua beleza às páginas de diversos editoriais de moda, incluindo publicações internacionais. Na atualidade, ela vive em São Paulo, mas confessa que morre de saudades de casa.
 
Cibele compartilhou ainda que gostaria de trabalhar com Coco Rocha, modelo canadense, e também com os fotógrafos Steven Meisel e Inez & Vinoodh. Sobre os desafios da carreira, declara: "No início, firmar-se e criar uma imagem positiva são os maiores desafios na vida de uma modelo. Depois, é conciliar o trabalho com a vida pessoal".

Cibele Ramm para o editorial 'Tradição Hi-Tech' edição de primavera da revista BOBSTORE

 
Dona de encantadores fios ruivos naturais, a modelo aposta na hidratação para manter a boa forma. "Não corto quase nenhuma comida e sou viciada em molho tarê e Nutella, mas mantenho a linha, é possível comer de tudo sem exageros", comenta.
 
Por outro lado, no que diz respeito à Inbrands, holding que controla grifes como BOBSTORE, Ellus, Richards, VR, Salinas..., esta exibiu há alguns dias os números relativos ao 2º trimestre, nos quais amargou um prejuízo líquido de 43,5 milhões de reais face a um prejuízo de 10,4 milhões no mesmo período de 2015.

Ao fim do período, a BOBSTORE contabilizava 19 unidades sob gestão direta (14 no 2º tri 2015), 38 lojas franqueadas (42 no 2º tri 2015) e presença em 444 multimarcas espalhadas pelo país (508 no 2º tri 2015).

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.