Chineses compram mais on-line

As vendas na Internet entre Janeiro e Setembro cresceram 90% na China, país que tem o maior número de internautas do mundo, anunciou um responsável do Ministério do Comércio.


A classe média chinesa está rindo à toa. Aumento de consumo pela internet cresceu 90%


As vendas on-line totalizaram os 168,9 mil milhões de yuans (16,44 mil milhões de euros) durante este período e poderão atingir os 260 mil milhões de yuans no conjunto do ano, como revelou Di Jiankai, responsável do Governo, em conferência de imprensa, sem fornecer números para o ano passado.

De acordo com a empresa iResearch e o popular site de pesquisa Taobao, o comércio na Internet representou 120 mil milhões de yuans no ano passado, um aumento de 128,5%. A progressão dos últimos anos está ligada à maior segurança das formas de pagamento, que tranquilizam o consumidor, sublinhou Liu Ning, analista na BDA.

Segundo as últimas estatísticas oficiais, a China conta com, pelo menos, 338 milhões de internautas. Mas numa recente conferência sobre a Internet no Império do Meio, um responsável do Ministério da Indústria e das Tecnologias de Informação, citado pelos meios de comunicação social, indicou que este número pode atingir os 360 milhões, ou 27,1% da população total.

No final de Junho, cerca de 88 milhões de chineses compraram através da Internet, de acordo com o Centro de Informação sobre a rede Internet, um organismo oficial. Pequim vê aí um meio «importante» de desenvolver o consumo dos cidadãos, concluiu Di Jiankai.

Copyright © 2019 Portugal Têxtil. Todos os direitos reservados.

Distribuição
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER