×
138
Fashion Jobs
ADIDAS
Manager Digital Account Consumer Journey
Efetivo · Santana de Parnaíba
PUMA
E-Commerce Planning Specialist
Efetivo · São Paulo
AMARO
E-Commerce Manager
Efetivo · São Paulo
YOUCOM
Executivo Comercial | Youcom
Efetivo · São Paulo
AMARO
Group Product Manager (Business Growth)
Efetivo · São Paulo
AMARO
Analista Pleno de SEO
Efetivo · São Paulo
LEVI'S
Warehouse Operations & Logistics Manager
Efetivo · São Paulo
PAQUETA CALÇADOS
Analista de SEO
Efetivo · Canoas
AMARO
Gerente Comercial de Marcas Parceiras (Moda)
Efetivo · São Paulo
AMARO
Brand Success Manager (Home)
Efetivo · São Paulo
AMARO
Gerente de Operações de RH
Efetivo · São Paulo
PUMA
Key Account Manager
Efetivo · São Paulo
CAEDU
Aprendiz
Efetivo · Cajamar
TRABAJOS HOME OFFICE MEDIO TIEMPO
Recepcionista Lunes a Viernes Medio Turno
Efetivo · GUADALAJARA
TRABAJOS HOME OFFICE MEDIO TIEMPO
Home Office Lunes. a Vienes Medio Turno
Efetivo · GUADALAJARA
TRABAJOS HOME OFFICE MEDIO TIEMPO
Recepcionista Medio Turno
Efetivo · GUADALAJARA
TRABAJOS HOME OFFICE MEDIO TIEMPO
Recursos Humanos Home Office
Efetivo · GUADALAJARA
TRABAJOS HOME OFFICE MEDIO TIEMPO
Medio Turno Home Office
Efetivo · GUADALAJARA
TRABAJOS HOME OFFICE MEDIO TIEMPO
Lunes a Viernes Home Office
Efetivo · GUADALAJARA
TRABAJOS HOME OFFICE MEDIO TIEMPO
Adiministrativo
Efetivo · GUADALAJARA
TRABAJOS HOME OFFICE MEDIO TIEMPO
Auxiliar Recursos Humanos
Efetivo · GUADALAJARA
TRABAJOS MEDIO TIEMPO
Administrador Medio Tiempo Lunes a Viernes
Efetivo · CIDADE DO MÉXICO
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
8 de dez. de 2021
Tempo de leitura
5 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Chanel: último desfile Métiers d’Art inaugura o 19M com um aceno à arquitetura

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
8 de dez. de 2021

A Chanel inaugurou o seu novo centro de artesanato e alta costura 19M, na terça-feira (7 de dezembro), com uma coleção modernista Métiers d'Art, para o outono-inverno 2021/2022, que celebrou as marcas únicas sediadas no espaço contemporâneo.

 


Foi também uma reviravolta arquitetônica para a Chanel, por parte da sua diretora criativa Virginie Viard e vista no look de abertura, onde os bolsos remendados em um casaco preto refrigerado imitavam a parte externa do próprio 19M, que o arquiteto francês Rudy Ricciotti, natural da Argélia, "embrulhou" com bandas gigantes de aço branco – em homenagem ao elemento chave da moda, o fio.
 
Embora o coração da questão estivesse sempre exaltando as raras qualidades das maisons de abastecimento da alta-costura que se encontram no seio do 19M, e que abrigam cerca de 600 artesãos e talentos criativos.

Duas empresas de bordados foram as principais estrelas deste desfile: a Lesage, vista em engenhosas torções de cor em um dos objetos preferidos de Coco Chanel – as telas Coromandel; e o Atelier Montex, com várias mangas prateadas e padrões metálicos notáveis. Muitas vezes o look mais chique tornava-se o mais simples, em particular um conjunto absolutamente perfeito em uma modelo negra de cabeça raspada – uma combinação de saia curta preta armada e plissada, rematada por um duplo "C" metálico gigante, e usada por baixo de um cardigan de decote profundo com três botões prateados.


Chanel Métiers d'Art 2021/2022 - Foto: Cortesia da Chanel - Photo: Courtesy of Chanel


Com um vento gélido atingindo os contornos do 19M, localizado no alto noroeste de Paris – literalmente no topo da estrada circular da cidade – Virginie Viard também enviou charmosos cardigans, casacões e culottes em tons de beringela, ameixa e violeta. Todos combinados com ousadas joias de fantasia de ouro bizantino da Goossens, a marca de joias do 19M. Até os simples terninhos pretos foram acompanhados de múltiplas correntes e colares de pérolas; alfinetes de estanho dourado com cabeças de leão; mini bolsas de mão; braceletes com pendentes. O demasiado nunca foi demais, mesmo com os clássicos ternos em tweed da Chanel brilhando com fio metálico.
 
"Queríamos destacar as habilidades das grandes marcas aqui no 19M, mas com uma reviravolta mais urbana. Adoro o local. Adoro vir aqui regularmente. É um pouco como visitar os amigos no campus universitário, como ir à faculdade!", entusiasmou-se a dizer Viard após o desfile no jardim do 19M, um edifício em prisma triangular de cinco andares.
 
Antes do desfile, a maison lançou um vídeo animado de uma modelo de cabelo preto passeando por um mundo mágico, onde os clássicos saltos de dois tons em bege e preto da Chanel estavam em uma escala maior do que a dos humanos; e pessoas parecidas com a Coco agitavam fios gigantes de pérolas ou pisavam casacos de tweed, quase do tamanho da Calçada do Gigante construída para ligar a Irlanda à Escócia.
 

Chanel Métiers d'Art 2021/2022 - Foto: Cortesia da Chanel - Photo: Courtesy of Chanel


O vídeo foi produzido pela produtora Remembers, que criou oito curtas-metragens ao estilo mangá de vanguarda com um modelo para cada métier. A modelo britânica Fran Summers balança por entre penas gigantes, por cortesia da Lesage; a francesa Mariam de Vinzelle protagoniza La Manége aux Camélias, desfilando sobre flores gigantes da Lemarié; e a também francesa Lola Nicon é captada no reflexo dos alfinetes de fantasia dos trajes no tamanho de um espelho, e por cortesia da Desrues.
 
"Estou tão aborrecida de mini vídeos de savoir-faire. Tantas pessoas os fazem, e não apenas nós. Como coser um vestido, por exemplo? Ohhh... Mas depois conheci Félix de Givry e Ugo Bienvenu da Remembers e decidi que iríamos fazer alguns desenhos animados. Et voilá! Eu queria dar uma sensação de Cinderela, onde as senhoras que criam a alta-costura surgiam de repente! E se encontravam em um outro mundo", brincou Viard.
 
Curiosamente, contando com as restrições de viagens, este foi um elenco impressionante que desfilou 59 looks. Embora a estrela do desfile tenha sido a modelo DJ coreano-americana, Soo Joo Park, que cantou com pompa e circunstância em um pequeno palco lateral para a fileira da frente onde se encontravam Vanessa Paradis, Sofia Coppola, Marine Vacth, Elsa Zylberstein, Lucy Boynton, Inès de la Fressange, Blanca Li, Laura Bailey e Sébastien Tellier.

 


"O casting não foi assim tão fácil. Francamente, hoje em dia não há modelos em Paris devido à Covid", disse Virginie Viard.
 
A Chanel também convidou oito notáveis escritores a visitar o 19M para celebrar a riqueza e diversidade dos Métiers d'Art em residência neste centro único, que abriu na primavera. Uma continuação da ideia por trás das soirées literárias da Chanel, na Rue Cambon.
 
"Descobrimos o casamento das paixões. A união da diversidade e do tempo. O domínio da paciência é a virtude que adorna o 19M", escreveu o rapper francês Abd al Malik de origem congolesa, numa peça em prosa intitulada Strolling Through 19M (Passeando pelo 19M).
 
Enquanto Anne Berest, em um ensaio intitulado 'Nomenclatura', exaltou uma descoberta rara no 19M. "A máquina de costura chamada Weismann realiza uma proeza única no mundo, a de fabricar uma capeline a partir de uma única peça de palha, fazendo-a rodopiar sobre si mesma em forma do chapéu. Esta máquina poderia ter desaparecido para sempre, se o seu último exemplo existente não tivesse sido encontrado e salvo in extremis. Apenas duas mulheres sabem como utilizá-la hoje em dia. Vamos dizer aqui quem são, porque os seus nomes são muito bonitos, Blanche e Noémie".
 
Por fim, em uma jogada brilhante, a Chanel convidou o maior artista de hip hop criado em Paris, o senegalense Claude MC Solaar, que respondeu com um bravo rap:
 
C’est à Paris que se situe le 19M
Déjà l’exo-structure rend cette architecture humaine les longs fils verticaux font signe à Lutèce l’Ancienne
Tout est dans l’équilibre… Dans l’alphabet… la lettre 'M'.

Algo como: 
(19M está localizado em Paris
Já a exo-estrutura torna esta arquitetura humana, os longos fios verticais fazem um aceno à Lutécia Antiga, 
É tudo uma questão de equilíbrio ... No alfabeto ... a letra 'M'.)
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.