×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
6 de mai. de 2022
Tempo de leitura
4 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Chanel: Grand Prix chic no Monaco Beach Club

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
6 de mai. de 2022

Uma corrida de Fórmula 1 acontecerá este mês em Mônaco e a pista já está em preparação. Na quinta-feira (5), a Chanel escolheu o Beach Club do Principado para apresentar uma coleção Cruise resolutamente chique.


Chanel Cruise 2022/2023 - Chanel


As primeiros modelos de Virginie Viard passearam pelas margens do Mediterrâneo em macacos de mecânico, com quadrados vermelhos e brancos ou cinzas e negros. A maioria ostentava igualmente bonés assinalados com o cultuado C duplo. O ambiente casual, com calças terminadas por cintas de tornozelo, por vezes elásticas.
 
As modelos desfilaram por uma praia de areia, num pontão e num passeio, no clube esportivo localizado sob a Villa La Vigie, a mansão à beira-mar onde o seu antecessor Karl Lagerfeld viveu durante mais de 20 anos.

O público – uma feliz mistura de jornalistas de todo o mundo, estrelas de cinema e da música K-pop, e convidados ricos – assistiu o espetáculo sentado em cadeiras de convés em barracas de praia ou debaixo de guarda-sóis gigantes. Um cenário de cortar a respiração, mas nem mesmo a Chanel consegue controlar o tempo. Na quinta-feira (5 de maio), o tempo foi sombrio e pesado. Não ouvimos uma palavra em russo: no porto, os super iates dos oligarcas de Moscou foram evidentes pela sua ausência.
 
Vários modelos Chanel usam capacetes de corrida, adornados (obviamente) com o número 5; outros transportam mini-pochettes e bolsas de couro acolchoados em forma de capacetes. Virginie Viard imagina mesmo um look especial de "mulher do piloto", composto por um casaco de  e calças de seda metálica na cor mel do famoso N°5.


Chanel Cruise 2022/2023 - Chanel


"Insensata Virginie, não sabe quantas coisas quero usar nesta coleção!" disse Vanessa Paradis, vestida com um casaco Chanel de tweed dourado e calças jeans flare. A cantora e atriz acaba de ser capa da última revista Madame Figaro, vestida de Chanel dos pés à cabeça, encarnando uma espécie de Marilyn Monroe moderna. É impossível esquecer a citação da estrela mais icônica de Hollywood, que disse usar "cinco gotas de Chanel N°5" e nada mais para dormir.
 
Após o desfile, choveram cumprimentos sobre Virginie Viard, que assinou uma coleção eminentemente vestível, mas brilhantemente audaciosa. Influências esportivas para um chique impecável e nunca excessivo. Tilda Swinton, Charlotte Casiraghi, Princesa Caroline de Mônaco, Sofia Coppola e Carole Bouquet revezaram-se, abraçando a diretora artística da Chanel nos "camarins" do show, ou seja, um terraço da piscina (olímpica) do clube.
 
"Quando conheci Helmut Newton, estava nadando nesta piscina. E vi Caroline pela primeira vez na praia, usando um vestido preto drapeado com collants muito finos e saltos altos", lembrou Virginie Viard, explicando a sua ligação emocional com Mônaco.
 
Não faltaram vestidos curtos pretos nesta coleção Cruise de 2022/2023, nem tops xadrez ou justaucorps de couro vermelho, dignos de uma equipe dos boxes de F-1. Para se manterem na ambiência, bolsas imitaram forma das caixas de raquetes. Os sneakers surgiram em ouro e prata.


Chanel Cruise 2022/2023 - Chanel


Para a noite, Virginie Viard ofereceu excelentes camisas listradas, inteligentemente esmaltadas com toques de C duplo cuidadosamente medidos. Também imaginou uma série de vestidos chiffon xadrez ou saias e vestidos longos, fluidos e perfeitamente drapeados.
 
A versão da banda norte-americana Shoes de Why Can't We All Live Together ecoou como música de fundo, enquanto as 67 modelos caminhavam pela praia. O ponto alto do desfile foram as gabardinas e os vestidos de micro pele, tão finos que quase pareciam pele de cobra.
 
E para terminar o dia, uma noite prolongada na villa neo-clássica de Karl.
 
"Nunca esquecerei o tempo que passei aqui com Karl. Os jantares elegantes, os cestos de flores, as conversas fascinantes e esta beleza incrível", conclui Virginie Viard.
 
Há alguns dias, a maison de moda parisiense publicou um vídeo de Sofia Coppola, misturando imagens da Fórmula 1, casinos, Karl na La Vigie, fotos de Linda Evangelista e Christy Turlington em Mônaco nos anos 90, feitas pelo próprio Karl, imagens da juventude dourada em embarcações a motor e retratos da própria Coco Chanel. É que a própria Coco Chanel adorou sinceramente a opulência, a vegetação e as belas paisagens da Côte d'Azur.


Chanel Cruise 2022/2023 - Chanel


A Coco apanhou o Train Bleu (ou "Calais-Méditerranée-Express") até Mônaco, tendo depois ficado no Hotel de Paris, que vendia os seus perfumes. Os historiadores descobriram mesmo um decreto ministerial de 30 de dezembro de 1913, que autorizava a Chanel a realizar uma atividade comercial, "vendendo moda, produtos de moda, véus, joias, casacos, peles, malhas, bugigangas, rendas, lingerie, blusas, saiotes, guarda-sóis, malas, ventiladores e almofadas".
 
Foi em Monte Carlo que conheceu o amante Hugh Grosvenor, 2.º Duque de Westminster, no seu luxuoso iate Flying Cloud, uma relação que perdurou 10 anos. E a elegância despreocupada do uniforme da tripulação, com calças de convés soltas, bonés de marinheiro, botões dourados e misturas de azul marinho e branco, inspirou muitas das suas coleções Cruise, e alguns elementos deste último.
 
A única casa que Coco mandou construir, a sua villa La Pausa, está situada a poucos quilómetros a leste de Mônaco, na última península que separa França de Itália.
 
Mas é outro mito Chanel, que só será realmente descoberto no próximo ano, quando a etiqueta concluir a restauração da villa costeira minimalista de Coco.
 
Vemo-nos no próximo ano no Mediterrâneo.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.