×
Publicado em
2 de fev. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Chanel estreia seus encontros literários

Publicado em
2 de fev. de 2021

A Chanel estreou o seu primeiro Les Rendez-vous littéraires (Encontros Literários) no último fim de semana nos novos salões de alta-costura da maison e o tema foi Lou Andreas-Salomé, a psicanalista e autora por quem Nietzsche se apaixonou loucamente; com quem Rainer Maria Rilke teve um romance; e Sigmund Freud, uma bela amizade.


Charlotte Casiraghi, embaixadora e porta-voz da Chanel, filha da princesa Carolina do Mônaco e do segundo marido Stefano Casiraghi, e sobrinha do príncipe soberano do Mônaco, Alberto II - Foto: Chanel


A primeira edição  foi realizada nos novos salões na sede histórica da Chanel, recentemente redecorada por Jacques Grange, localizada na rua Cambon, em Paris. O evento consistiu em um debate, discussão e série de leituras em três direções, contando com a participação da embaixadora e porta-voz da Chanel, Charlotte Casiraghi, da autora Sarah Chiche e da historiadora de arte Fanny Arama.

Nesta nossa era marcada pelo nacionalismo irado e pelo anti-intelectualismo, Andreas-Salomé pareceu ser um primeiro tema adequado. Brilhante estudiosa e livre-pensadora nascida em 1861 em São Petersburgo, Lou Andreas-Salomé foi uma das primeiras mulheres a escrever psicanaliticamente sobre a sexualidade feminina.

Charlotte Casiraghi, embaixadora e porta-voz da CHANEL


Embora Rilke tivesse 16 anos quando conheceu Andreas-Salomé, de 27, escrevia-lhe as mais ardentes cartas de amor, levando Freud a comentar que "ela era tanto a musa como a atenciosa mãe do grande poeta".

"Não quero escrever nada que não te elogie e não tenha nenhuma flor que não te enfeites...E o meu coração arde perante a vossa graça como a lâmpada eterna perante a imagem da Virgem Maria. Tu", lê Casiraghi em francês, sentada em um sofá diante de uma das famosas coleções de Coromandel da Coco Chanel.

Concebidos pela diretora artística da Chanel, Virginie Viard e Charlotte Casiraghi, embaixadora e porta-voz da Chanel, com o tema da emancipação da mulher, estes encontros remetem a uma era inicial, quando Gabrielle (Coco) Chanel, e posteriormente Karl Lagerfeld, redescobriram mulheres escritoras do passado e deram voz às mulheres autoras de hoje.

Les Rendez-vous littéraires rue Cambon (Os encontros literários na rua Cambon) - CHANEL Events


"Andreas-Salomé não se limitava a socializar e a seduzir as maiores mentes do seu tempo, provocando fascínio e desejo, ela própria era uma excelente oradora, mediadora, tradutora, bem como uma teórica e escritora", ressaltou Casiraghi, que confessou ser como uma criança numa loja de doces quando visita uma livraria. "Eu quero comprar tudo!"

Tanto Casiraghi como Chiche falaram do efeito que Los Andreas-Salomé teve nelas quando a descobriram na adolescência  no verão do seu 17.º aniversário, por recomendação de Karl Lagerfeld, para Charlotte Casiraghi; e por acaso numa livraria, para Sarah Chiche.

Esta primeira edição dos Encontros Literários está disponível no site chanel.com, e pode ser assistida através do hashtag no Instagram #CHANELRendezvousLitteraires.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.