×

CFDA e Vogue apoiam a indústria da moda dos EUA com nova iniciativa

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
25 de mar de 2020
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

A partir de quarta-feira (24 de março), o CFDA/ Vogue Fashion Fund foi reestruturado a favor de um novo fundo de auxílio ao novo coronavírus. Denominado "A Common Thread" (Um Fio Comum), o fundo apoiará os membros da comunidade da moda americana impactados pelo surto de COVID-19.

Com o apoio das duas potências da moda, Anna Wintour (editora-chefe da edição norte-americana da revista Vogue), e Tom Ford (presidente da CFDA), o CFDA/ Vogue Fashion Fund será convertido num novo fundo de apoio ao COVID-19. 


CFDA/ Vogue Fashion Fund reestrutura fundo para apoiar vítimas de COVID-19 - CFDA


As inscrições estarão disponíveis através do site da associação comercial CFDA (Council of Fashion Designers of America), a partir de 8 de abril, não estando o fundo limitado aos antigos participantes do fundo de moda ou membros do CFDA. 

Aqueles que estão interessados em fazer doações, para o fundo, podem fazê-lo enviando um "fio" para 44-321, ou fazendo uma contribuição online. 

"Um dos piores sentimentos que uma crise como esta pode inspirar é a impotência", disse Wintour numa mensagem publicada na Vogue.com. 

A editora-chefe da Vogue diz ainda que "há tanta ajuda que é necessária, especialmente porque as pequenas empresas e os trabalhadores de todo este país sofrem consequências económicas devastadoras".

"Entre os já afectados estão os da comunidade da moda, desde estilistas até aos seus empregados e trabalhadores do sector do retalho, para cima e para baixo, na escala económica". Há histórias inspiradoras de estilistas, fazendo máscaras e equipamento médicos, mas também daqueles que temem não preencher a folha de pagamento, ou que viram encomendas devolvidas, as lojas fechadas, aqueles que temem que os seus negócios e o sustento não sobrevivam ao que estamos a viver. E todos nós, na Vogue - juntamente com o Conselho de Designers de Moda da América -, estamos determinados a ajudar".

Para impulsionar a iniciativa, a CFDA e a Vogue lançarão uma série de vídeos no dia 25 de março, apresentando as histórias daqueles na indústria da moda, cujos negócios e meios de subsistência foram afectados pela pandemia e impacto económico que está a surtir. 

"Os vídeos destacarão não apenas os estilistas, mas aqueles que trabalham incansavelmente nos bastidores da incrivelmente forte e vibrante indústria da moda do país, e viverão nas plataformas digitais da Vogue e CFDA", reforçou a CFDA, a associação comercial sem fins lucrativos com as mais de 350 agências de moda mais importantes dos EUA.

Ao longo desta parceria de longo prazo, a Vogue e a CFDA reuniram-se várias vezes para oferecer assistência em tempos de crise. Na década de 90, as duas realizaram a 7ª campanha de arrecadação de fundos on Sale para ajudar a levantar fundos para combater o HIV/ AIDS, enquanto o CFDA/ Vogue Fashion Fund foi lançado, pela primeira vez, após o 11 de setembro para apoiar estilistas novos e emergentes americanos. 
 

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.