×
976
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

CEO da Ted Baker se afasta do cargo após acusações de "abraços forçados"

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 11 de dez de 2018
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Dias depois de surgirem alegações contra o CEO da Ted Baker por uma "cultura de abraços forçados" na empresa, o presidente executivo e fundador se afastou voluntariamente do cargo. A diretora de operações, Lindsay Page, foi nomeada CEO interina com efeito imediato.


Após acusações de "abraços forçados" Ray Kelvin se afastou do cargo de CEO - Ted Baker


Page é uma executiva muito diferente de Kelvin, que tem sido uma força criativa na empresa, enquanto a diretora de operações vem de um contexto mais focado nas finanças. A notícia foi divulgada na sexta-feira, após a empresa referir que a comissão que está a investigar as acusações "e a assembleia de acionistas foram informados de mais denúncias sérias sobre o comportamento de Ray Kelvin, que também serão investigadas”.

A Ted Baker anunciou na segunda-feira passada ter formado uma comissão independente de diretores não-executivos "para garantir que os pontos de vista e preocupações de certos relatos mediáticos e uma petição sejam cuidadosamente reconhecidos e considerados e que tenham respostas apropriadas".

Ainda não foram especificadas as acusações indicadas.

Na sexta-feira, foi explicado que Ray Kelvin "aceitou deixar o cargo voluntariamente em benefício da empresa e das pessoas que nela trabalham enquanto decorrem as investigações". 
 
O anúncio foi feito na altura em que o mercado de ações se preparava para fechar para o fim de semana, pelo que o seu reflexo no preço das ações só se verá esta semana. Algo que talvez seja um alívio para a empresa, após as suas ações caírem drasticamente durante a semana passada, com uma ligeira recuperação na quinta-feira passada após a atualização da atividade comercial.

Ray Kelvin não é apenas CEO da marca, mas também o seu fundador e o seu maior acionista, possuindo cerca de um terço da empresa. Embora isso lhe dê muito poder, também significa que procurará tornar as suas ações o mais valiosas possível.

Estas já caíram de 32 libras esterlinas (cerca de R$ 140) em março para 18 libras esterlinas (cerca de R$ 80) na sexta-feira 30 de novembro, devido a preocupações relativas à desaceleração do crescimento. Na sexta-feira, fecharam a 15 libras esterlinas (cerca de R$ 60).

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.