×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
6 de jun. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

CEO da Sephora deixa o cargo inesperadamente

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
6 de jun. de 2022

Em 30 de junho, Martin Brok deixará o cargo de CEO da Sephora, a cadeia seletiva de perfumaria e beleza do Grupo LVMH. Essa saída se deve a "diferenças de opinião", conforme declarado pelo grupo de artigos de luxo em um memorando interno obtido pelo FashionNetwork.com.
 

Martin Brok - Sephora


O mandato do CEO foi marcado por fortes movimentos no mundo digital, como a aquisição da Feelunique.com no verão de 2021 e a nomeação de Marc Abergel como o primeiro diretor digital global da empresa em fevereiro.

Chris de Lapuente, atual CEO da divisão de distribuição seletiva da LVMH, assumirá o cargo de CEO da Sephora paralelamente ao seu cargo atual.

"Gostaria de agradecer a Martin Brok por sua contribuição na liderança da Sephora durante os tempos desafiadores da pandemia. Sob sua liderança, a Sephora continuou seu crescimento global e embarcou em uma jornada transformadora para acelerar e consolidar sua posição como líder global em prestígio produtos de beleza", disse de Lapuente.
 
Brok, que anteriormente atuou como presidente da Europa, Oriente Médio e África (EMEA) na Starbucks, é holandês e assumiu o comando da Sephora em setembro de 2020, em um momento em que a pandemia de coronavírus ainda estava no auge. Foi então que ele sucedeu de Lapuente.

A Sephora tem 2.650 lojas em 35 países, com um total de mais de 35.000 funcionários. De acordo com estimativas da AFP, a receita da Sephora no ano fiscal de 2019 foi de 10 bilhões de euros.

A divisão de varejo seletivo da LVMH, que inclui a Sephora, obteve uma receita de 11,7 bilhões de euros em 2021, em comparação com 10,1 bilhões de euros no ano anterior. Em 2019, antes da pandemia, a receita foi de 14,7 bilhões de euros.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.