×

CEO da L'Oréal deixará a empresa em meados de 2021

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
10 de mar de 2020
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Jean-Paul Agon, que foi nomeado CEO da L'Oréal em 2006, e então presidente e CEO em 2011, deixará a gigante global da beleza em 2021. Agon disse em entrevista ao jornal francês Le Monde que será substituído no verão francês de 2021 e que o grupo dará prioridade às aplicações internas.


Jean-Paul Agon, CEO do grupo L'Oréal


"Os estatutos da empresa especificam que tudo deve ser resolvido antes que o CEO complete 65 anos e vou completar essa idade em 6 de julho de 2021. Como resultado, a substituição será provavelmente feita entre a primavera e o verão", explicou Agon, que ingressou no grupo L'Oréal depois de se formar na escola de negócios francesa HEC em 1978.

Agon acrescentou que uma "dissociação" das responsabilidades do CEO também está em andamento, com um presidente do conselho de administração e um CEO a serem nomeados. O vice-CEO Nicolas Hieronimus, responsável pelas divisões desde 2017, é o candidato preferencial ao cargo.

A L'Oréal, que registrou um recorde de 29,87 bilhões de euros em receita em 2019, um aumento de 8%, teve apenas cinco presidentes desde a sua criação, há mais de 100 anos.

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.