×
901
Fashion Jobs
STUDIO Z
Coordenador de Planejamento Comercial
Efetivo - CLT · FLORIANÓPOLIS
GRUPO MEIA SOLA
Gerente de Marketing
Efetivo - CLT · FORTALEZA
GRUPO BOTICARIO
Executivo de Vendas ii (São Paulo)
Efetivo - CLT · São Paulo
LULITEX COM IMP EXP LTDA
Auxiliar Comercial
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
GRUPO LUNELLI
Analista de Gestão de Pessoas Pleno - Treinamento e Desenvolvimento
Efetivo - CLT · Guaramirim
GRUPO LUNELLI
Analista de Gestão de Pessoas - Assistente Social
Efetivo - CLT · Guaramirim
GRUPO BOTICARIO
Supervisor(a) de Lojas - Quem Disse, Berenice?
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
CAMICADO
Supervisor de Vendas e Operação de Loja - Brasília
Efetivo - CLT · Brasília
RENNER
Encarregado de Logistica E-Commerce
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
GRUPO BOTICARIO
Supervisor(a) de Lojas - o Boticário
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
GRUPO BOTICARIO
Product Owner E-Comm
Efetivo - CLT · Curitiba
IBRANDS
Líder de Logística
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
GRUPO BOTICARIO
Analista Gestão de Riscos Csc pl
Efetivo - CLT · Curitiba
AVON
Comprador Sênior
Efetivo - CLT · São Paulo
AVON
Comprador Sênior
Efetivo - CLT · São Paulo
RENNER
Supervisor de Vendas| Sobral Shopping - ce
Efetivo - CLT · Sobral
RENNER
Supervisor de Vendas | Rio Verde
Efetivo - CLT · Rio Verde
RENNER
Supervisor de Vendas| Imperial Shopping - Imperatriz ma
Efetivo - CLT · Imperatriz
RENNER
Supervisor de Vendas| Shopping Golden Calhau - São Luís
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| São Luís Shopping
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| Natal Shopping
Efetivo - CLT · Natal
RENNER
Supervisor de Vendas| Sobral Shopping - ce
Efetivo - CLT · Sobral

Celine aposta mais do que nunca nos artigos de couro

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 21 de out de 2019
Tempo de leitura
access_time 5 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Celine reforça a sua capacidade de produção na Toscana com uma nova fábrica de artigos de couro. Uma atividade estratégica que representa mais de metade das suas vendas. A marca parisiense, propriedade da LVMH, instalou uma fábrica moderna em Radda in Chianti, cerca de 40 quilómetros a sul de Florença, que complementa as suas operações na região. Um passo importante para a gigante do luxo LVMH, que conta com 30 fábricas em Itália.


A nova fábrica de artigos de couro da Celine em Radda in Chianti - ph Thomas Dell'Agnello


O diretor-geral do grupo, Toni Belloni, e o diretor executivo do LVMH Fashion Group, Sidney Toledano, viajaram até ao local na quinta-feira acompanhados por representantes locais e por Séverine Merle, CEO da Celine, juntamente com a sua equipe, para inaugurar em grande estilo "La Manufacture", como já foi batizado este imponente edifício que domina a colina de Radda Hill sobre um terreno de 9 mil metros quadrados. Entre os convidados estava também Laudomia Pucci, vice-presidente da casa Pucci, que apareceu discretamente.
 
A cidade de Radda in Chianti está imersa numa paisagem de vinhedos, vales e colinas arborizadas até onde os olhos conseguem ver. A fábrica está situada num antigo espaço industrial, onde se encontrava outrora a antiga fábrica de móveis de cozinha Laca, abandonada há mais de 20 anos. O novo edifício possui teto de madeira, estrutura de ferro e tijolos de vidro, e ocupa cerca de 5200 metros quadrados, além de cerca de 4 mil metros quadrados de estacionamento no rés do chão.

Os tijolos de vidro proporcionam iluminação natural e ótima eficiência térmica, o telhado está equipado com painéis solares e conta com um sistema de recuperação de água da chuva; o edifício foi projetado pelo arquiteto Fabio Barluzzi, respeitando o meio ambiente e de forma ecologicamente responsável.

Todas as etapas da confeção de carteiras reúnem-se numa única plataforma central, um imenso espaço aberto cercado de janelas com vista para as encostas das vinhas amarelas e verdes de Chianti.
 
Neste espaço luminoso e transparente, trabalham 129 pessoas, incluindo 117 trabalhadores de couro, todos com blusa cinza concentrados em frente à sua bancada de trabalho ou máquina, cortando peles, montando, perfurando ou brincando com a tesoura e a agulha. É esperado que este número duplique até 2021. Em operação desde junho, "La Manufacture" parece uma colmeia silenciosa, onde tudo é uma questão de habilidade e precisão. São fabricadas cerca de quinze linhas de carteiras e pequenos artigos de couro, entre eles os modelos "Trio" e "Triumph", bem como a besace "16".
 

Em Radda fabricam-se as carteiras mais icónicas da Celine, como a besace 16 - ph Dominique Muret


"É um investimento importante", declara um executivo da Celine sem dar mais detalhes. Segundo as nossas informações, seriam mais de 20 milhões de euros, metade dos quais destinados à construção do edifício. O projeto foi posto em marcha em 2015, três anos antes da chegada de Hedi Slimane, na direção criativa da casa desde 2018.
 
Tal como sublinha Séverine Merle, "a força e a singularidade da Celine é combinar na perfeição a visão criativa de Hedi Slimane e o savoir-faire da casa”. “Uma marca que equilibra moda e artigos de couro, algo que não acontece em nenhuma outra", nota. Outra peculiaridade é a marca sempre ter fabricado os seus artigos de couro na Toscana.

A Celine já conta com um atelier nesta região, localizado em Strada in Chianti, a 20 quilómetros de Radda, a meio caminho entre o novo atelier e Florença, especializado em prototipagem, fabrico e reparação de artigos de couro. "Nos anos sessenta, a fundadora Céline Vipiana veio à Toscana à procura de uma mão de obra especializada e desta maneira incomparável de trabalhar o couro, mas também de uma certa agilidade organizacional que permitisse à fábrica central contar com uma rede de colaboradores", recorda Sidney Toledano.
 
"A produção na fábrica de Strada começou em 1979, e a marca assumiu a propriedade em 1994. Atualmente, trabalham nela 300 pessoas e esta também abriga a nossa escola de formação", diz Jean-Marie Tizon, diretor industrial da Celine em Itália.
 
No atelier de Radda, trabalham lado a lado artesãos com mais de 40 anos de experiência de casa e jovens iniciantes, a maioria trabalhadores locais convertidos aos artigos de couro após passarem pela academia da Celine e pelo atelier temporário que foi instalado em Strada para preparar o lançamento do novo espaço. Esta abordagem permite que a Celine garanta a transmissão do savoir-faire.
 

O novo atelier da Celine em Radda in Chianti domina a colina - ph Thomas Dell'Agnello


"A Celine supervisionará todo o ciclo de produção em ambas as fábricas: da pesquisa e desenvolvimento em matérias-primas (couro, têxteis e metal) ao desenvolvimento de produto (prototipagem, criação de padrões e desenvolvimento de coleções), além da compra de matérias-primas, controlo de qualidade e do fabrico de produtos acabados", explica a marca em comunicado.
 
Atualmente, a LVMH emprega aproximadamente 11 mil pessoas na Itália, uma força de trabalho que duplicou nos últimos cinco ou seis anos. Com “La Manufacture”, o número de locais de produção na península ascende a 30. O grupo está bem estabelecido na Toscana, especialmente com uma fábrica de artigos de couro em Incisa em Val d'Arno, dedicada à produção de carteiras da sua marca Louis Vuitton.

Mas, conta também com uma fábrica de acessórios da Bulgari, ativa desde 2005. Por seu lado, a Fendi inaugurará no próximo ano uma nova fábrica de 13 mil metros quadrados no antigo local da Fornace Brunelleschi, em Bagno a Ripoli, muito perto de Florença, onde a marca está presente há vários anos com cerca de 250 funcionários. Christian Dior, Givenchy e Loro Piana também têm ateliers na região.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.