×
248
Fashion Jobs
NJOBS
Evaluador de Personal Medio Tiempo Lunes a Viernes
Efetivo · CIDADE DO MÉXICO
DIOMEDEA BRASIL
Vaga Consultor(a) de Negócios B2B (Pré-Vendas/Prospecção) Júnior
Efetivo · SÃO PAULO
FOREO
Key Account Manager (Pleno)
Efetivo · São Paulo
MULTI TRABAJOS
Auxiliar de Rrhh Home Offcie
Efetivo · ESTADO DE MEXICO
AMARO
Fashion Buyer & Developer - Outerwear
Efetivo · São Paulo
GTO
Coordenadora de Marketing Digital
Efetivo · BRASÍLIA
PUMA
E-Commerce Planning Specialist
Efetivo · São Paulo
AMARO
E-Commerce Manager
Efetivo · São Paulo
YOUCOM
Executivo Comercial | Youcom
Efetivo · São Paulo
AMARO
Group Product Manager (Business Growth)
Efetivo · São Paulo
LEVI'S
Warehouse Operations & Logistics Manager
Efetivo · São Paulo
PAQUETA CALÇADOS
Analista de SEO
Efetivo · Canoas
AMARO
Gerente Comercial de Marcas Parceiras (Moda)
Efetivo · São Paulo
AMARO
Brand Success Manager (Home)
Efetivo · São Paulo
PUMA
Key Account Manager
Efetivo · São Paulo
CAEDU
Analista Produtos Financeiros sr
Efetivo · São Paulo
NJOBS
Becario de Recursos Humanos Lunes a Viernes Sin Experiencia
Efetivo · NAUCALPAN
NJOBS
Ayudante de Recepcion Lunes a Viernes Sin Experiencia
Efetivo · NAUCALPAN
NJOBS
Anfitrion de Oficina Lunes a Viernes Sin Experiencia
Efetivo · NAUCALPAN
NJOBS
Evaluador de Personal Lunes a Viernes Sin Experiencia
Efetivo · NAUCALPAN
NJOBS
Coordinador de Entrevistas Lunes a Viernes Sin Experiencia
Efetivo · NAUCALPAN
NJOBS
Coordinador de Reclutamiento Lunes a Viernes Sin Experiencias
Efetivo · NAUCALPAN
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
28 de nov. de 2019
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Cavalli é adquiriria pelo Dico Group (Damac), do bilionário Hussain Sajwani

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
28 de nov. de 2019

Roberto Cavalli tem oficialmente tem um novo proprietário. A empresa de investimentos do presidente da Damac, Hussain Sajwani, anunciou que conclui a aquisição da empresa de moda italiana. A transação diz respeito à totalidade das ações da Roberto Cavalli SpA, que até ontem (mais de 90%) pertenciam ao fundo Clessidra.


Roberto Cavalli


"Estamos empolgados em levar adiante a incrível história da marca Roberto Cavalli. O grupo Dico tem uma longa e frutuosa colaboração com Roberto Cavalli, e acredito que a marca se encaixa perfeitamente com a nossa idéia de luxo", comentou Hussain Sajwani, que fundou em 2002 a empresa de desenvolvimento imobiliário Damac Properties.
 
"Tenho o prazer de anunciar que a transação ocorreu sem problemas e que garantiremos a estabilidade da administração", concluiu o empresário que é considerado um dos homens mais ricos dos Emirados Árabes e foi o 962º colocado no ranking da Forbes Billionaires 2019.
 
A aquisição foi realizada através do veículo de investimento privado Vision Investments, parte do Dico Group. Em 2017, Roberto Cavalli assinou uma colaboração com o grupo de Hussain Sajwani para a criação do design de interiores do primeiro Aykon Hotel na Marina de Dubai.

Fundado em 1992, Dico é o braço de investimentos de Hussain Sajwani. A operação de aquisição da Cavalli representa sua primeira incursão no mundo da moda. Dico tem interesses diversificados ao redor do mundo e espera investir cerca de 3 bilhões de dólares nos próximos anos em mercados importantes como Europa e Estados Unidos.


Hussain Sajwani - DR


O magnata árabe venceu a disputa pela marca, superando outros concorrentes, incluindo a OTB, de Renzo Rosso, e a American Bluestar Alliance. O fundo Clessidra colocou a empresa à venda após inúmeras tentativas de relançamento. A posição do CEO Gian Giacomo Ferraris, que ingressou na empresa em 2016 para recuperar o crescimento, deve ser mantida.
 
Roberto Cavalli registrou perdas de 33,7 milhões de euros em 2017 e está emergindo de um forte plano de racionalização, com cortes no estilo, no marketing e na rede de vendas. No momento, após a saída de Paul Surridge, a marca está sem diretor criativo. Em abril, ela interrompeu as atividades de sua filial americana.

O plano de recuperação apresentado pela empresa, apoiado pelo novo proprietário árabe, convenceu o Tribunal de Milão, que considerou os "prazos de reestruturação particularmente breves e credíveis", e concordou com a "capacidade da empresa para pagar os credores". Até o momento, não se sabe se os funcionários das fábricas italianas e os da sede de Osmannoro, localizada perto de Florença, serão mantidos.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.