×
Por
UseFashion
Publicado em
10 de nov. de 2017
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Casa de Criadores - 2º dia!

Por
UseFashion
Publicado em
10 de nov. de 2017

Em seu segundo dia, a Casa de Criadores, evento que traz foco para os novos nomes da moda nacional, apresentou uma passarela eclética, indo do visual minimalista ao extravagante. Seis marcas exibiram suas coleções para o público, sendo três delas dentro do Projeto Lab: D-Aura, ACRVO e Caroline Funke. O dia ainda contou com Lui Iarocheski, Ben e Rober Dognani.

BenProjeto Lab: D-Aura


Minimalismo e um tom experimental direcionaram a coleção da D-Aura para o inverno 2018. Peças como vestidos, suéteres, calças e bermudas chamaram a atenção pelas modelagens desconstruídas com recortes, fendas, vazados e amarrações. Além disso, elementos como as golas amplas e as mangas extremamente alongadas apareceram como pontos fortes. Na cartela de cores, a escolha do preto e do branco reforçou a ideia de um visual clean, assim como os calçados neutros, com tiras largas sobre o pé. 

D-AuraProjeto Lab:ACRVO


Urbana, jovem e despojada, a coleção da ACRVO trouxe um foco especial nas superfícies. Estampas com desenhos de animais, flores, xadrezes e elementos da cultura pop retrô, como fitas VHS, apareceram em casacos encurtados, tops cropped, jaquetas bomber e calças ajustadas. Nos materiais, couro, denim e moletom foram recorrentes, enquanto nos pés, coturnos complementaram o visual rebelde da marca. 

ACRVOProjeto Lab:Caroline Funke


Na coleção de Caroline Funke, a proposta foi trazer um toque de diversão para o vestuário. Dessa forma, T-shirts ganharam aplicações, calças trouxeram cadarços decorados e costumes foram adornados por recortes e aplicações lúdicas. Atente ainda para a cartela de cores, sempre mesclando o preto e o branco a tons vibrantes, como o amarelo e o rosa. Nos pés, o conforto foi evidenciado através de tênis casuais. 

Caroline FunkeLui Iarocheski


Um mix entre sofisticação e casualidade direcionou o inverno de Lui Iarocheski. Vestidos, camisas e blusas trouxeram um visual elaborado, tanto para eles quanto para elas, destacando recortes e assimetrias. Observe a estamparia localizada nos bottons, promovendo um tom esportivo para as peças, enquanto o denim surgiu com lavagens de efeito manchado. Finalizando as composições, atente para pochetes e bolsas transversais, junto de slides usados com meias. 

Lui Iarocheski


BenBen, a marca de Leandro Benittes, propôs uma renovação no que diz respeito à modelagens e composições. Com uma estética unissex, peças inteiras como macacões foram recorrentes, porém o grande destaque ficou por conta dos tops amplos e alongados combinados a calças afuniladas e encurtadas. Como forma de ornamentação, costuras contrastantes, estampas artísticas, aviamentos decorativos e combinações de materiais despontaram como características importantes da coleção. 

BenRober Dognani


Exuberante e com uma forte pegada oitentista, Rober Dognani apostou na extravagância para a temporada. A moda festa foi trabalhada através de vestidos, que variaram entre modelos alongados e com volumes pontuais, ou curtos e amplos. Aqui, observe a importância do brilho dos paetês e materiais acetinados, seja em propostas lisas ou estampadas. Meias-calças pretas e scarpins coloridos complementaram as produções. 

Rober Dognani



Imagens: Agência Fotosite. 

Copyright © 2022 UseFashion. Todos os direitos reservados.