×
Por
Reuters
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
4 de nov. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Capri Holdings eleva previsão de lucro anual

Por
Reuters
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
4 de nov. de 2021

A Capri Holdings Ltd, empresa proprietária da Michael Kors aumentou, na quarta-feira (4), a sua previsão de lucro anual, tendo beneficiado dos aumentos de preços e da forte demanda pelas suas bolsas e pelos sapatos Jimmy Choo na América do Norte e na Europa.


Fotografia: Versace, uma das marcas da Capri - Capri Holdings


A empresa prevê um lucro no exercício de 2022 de aproximadamente 5,30 dólares por ação, em comparação com uma previsão anterior de 4,50 dólares por ação.
 
Para o segundo trimestre do ano fiscal de 2022, a Capri relatou um aumento de 17% na receita, para 1,3 bilhão de dólares, em relação ao ano anterior. A receita e o lucro operacional aumentaram nas suas três marcas: Versace, Jimmy Choo e Michael Kors. Em termos globais, a receita operacional foi de 195 milhões de dólares e a margem operacional foi de 15,0%, em comparação com  153 milhões de dólares e margem operacional de 13,8% no ano anterior.

John D. Idol, presidente e CEO da Capri, disse: "Estamos satisfeitos com os resultados do nosso segundo trimestre, com a receita, a margem bruta, a margem operacional e o lucro por ação a excederem as nossas expectativas. Este desempenho reflete o poder da Versace, da Jimmy Choo e da Michael Kors, bem como a execução das nossas iniciativas estratégicas."
 
Idol continuou: "Continuamos confiantes na força das nossas casas de luxo e estamos satisfeitos por aumentarmos a receita e as projeções de lucro para o ano. A nossa nova perspectiva reflete tanto o desempenho mais forte da receita como uma expansão da margem bruta maior do que o previsto, impulsionada pela execução das nossas iniciativas estratégicas.”

"O sucesso dessas iniciativas está compensando as contrariedades sentidas pela indústria relacionadas com a Covid-19, incluindo atrasos na cadeia de abastecimento e aumento nos custos de transporte. Olhando para o futuro, enquanto o mundo continua a se recuperar do impacto da pandemia global, continuamos confiantes nas oportunidades de crescimento para a Versace, Jimmy Choo e Michael Kors."
 
FashionNetwork.com com reportagem da Reuters
 

© Thomson Reuters 2022 Todos os direitos reservados.