Calçadistas brasileiros comemoram vendas em feiras internacionais neste início de ano

Mais de US$ 3,7 milhões devem ser gerados pela participação de dez marcas brasileiras na feira calçadista FN Platform, que aconteceu em Las Vegas, nos Estados Unidos, entre os dias 5 e 7 de fevereiro. Outra feira internacional que rendeu bons negócios aos calçadistas brasileiros aconteceu na Colômbia, com a participação de 17 marcas em três cidades: Bogotá, Medellín e Cali. A 3ª edição do Showroom Colômbia terminou no dia primeiro de fevereiro somando US$ 1,47 milhão em negócios realizados no próprio evento e alinhavados, de acordo com estimativas da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados).


Líderes globais em calçados se reúnem na FN Platform para moldar a indústria calçadista - Divulgação


Segundo a analista de Promoção Comercial da Abicalçados, Ruísa Scheffel, só na FN Platform, os comerciantes geraram cerca de US$ 752 mil. Além disso, os contatos feitos durante a feira e isso deve gerar novas oportunidades de renda, podendo atingir até o valor de US$ 3 milhões
“Foi um resultado satisfatório. Apesar de registrarmos movimento menor do que em edições anteriores, os negócios se efetivaram, os compradores que apareceram estavam focados”, afirma Ruísa.
O gerente de exportação da marca de calçados infantis Kidy, Rodrigo Nunes, acredita que alguns esboços de negociações feitos durante a feira vão se concretizar durante sua próxima viagem, para Atlanta: “Recebemos diversas visitas dos Estados Unidos e de países que ainda não trabalhamos, como Nigéria, Japão, Índia e Porto Rico, sendo que, com este último, efetuamos negócios e abrimos um mercado importante com uma rede de e-commerce”, declara.
Além da Kidy, marcas como Rider, Ipanema, Zaxy, Grendene Kids, Vicenza, Werner, Magia Teen, Petite Jolie, Ala, Zatz, Beira Rio Conforto, Moleca, Molekinha, Vizzano e Schutz foram algumas das que participaram desta edição do evento. Há dois anos longe da feira, a marca Ala voltou e conseguiu conquistar México, República Dominicana e Venezuela como clientes.
Já durante a 3ª edição do Showroom Colômbia, os calçadistas tiveram que percorrer três grandes cidades para visitar o maior número de players em suas sedes:
“Como de praxe, para potencializar ainda mais as oportunidades, a Abicalçados contratou um serviço de matchmaking - reuniões pré-agendadas com compradores locais -, que identificou demandas e cruzou com os produtos apresentados visando a uma maior efetividade nos encontros. A medida é sempre muito bem avaliada tanto por expositores quanto compradores”, disse a coordenadora de Promoção de Imagem da Abicalçados, Alice Rodrigues, que também destaca que a continuidade da iniciativa é importante para o aquecimento das vendas.
Com o consumo doméstico de calçados em crescimento, o mercado colombiano é o sétimo destino internacional do produto brasileiro. Em 2018, foram exportados para lá 7,5 milhões de pares, 1% mais do que em 2017. Participaram da missão comercial as marcas Ala, Zatz, Stéphanie Classic, Petite Jolie, Usaflex, Suzana Santos, Renata Mello, Klin, Via Uno, Kildare, Sandálias DuRio, Savelli, Smidt, DOK, Kolosh Brasil, Mississipi e Tanara.
Para José Luiz da Rocha, gerente de exportação da Calçados Ala, marca que expõe desde a primeira edição do Showroom Colômbia, a continuidade da participação no evento é fundamental para quem visa o incremento dos negócios naquele mercado: “Neste ano, além de receber compradores tradicionais, abrimos dois novos”, conta.
 

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

ModaIndústriaNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER