×
887
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Burberry: encontro entre elite e street

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 18 de fev de 2019
Tempo de leitura
access_time 3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

No seu segundo desfile pela Burberry, Riccardo Tisci instalou o seu público num aquário gigante sob o Tate Modern, nas margens do Tamisa. O criador continua a colher inspiração na cultura britânica.


Burberry - outono-inverno 2019 - Moda Feminina - Londres - © PixelFormula


O resultado? Uma poderosa coleção mista, misturando influências street com looks mais burgueses, enquanto o designer brinca com a identidade da Burberry. Mas, através deste desfile, é também a cidade de Londres que conheceu durante as suas primeiras visitas enquanto adolescente ou estudante na Central Saint Martins que Riccardo Tisci, de 44 anos, evoca.
 
Assim como a Inglaterra da sua juventude, esta coleção é dividida em classes sociais e começa com looks streetwear que lembram o ambiente dos clubes londrinos da década de 1990.

O desfile abriu com roupas de clubbing muito gráficas, nomeadamente um casaco recortado em pele e carneiro preto e branco, com o endereço da sede da marca em Horseferry Road em letras grandes, ou ainda umas calças desportivas com riscas verticais oversize. Ficará também na memória o blusão de couro com uma capa acolchoada adornada com uma bandeira do Reino Unido gigante.
 
"A década de 1990 foi a época das raves. Adorávamos o techno, os casacos volumosos e as calças desportivas. Foi uma oportunidade incrível estar aqui nessa época, a época de Leigh Bowery, Boy George e Björk", recordou Riccardo Tisci nos bastidores.


Burberry - coleção outono-inverno 2019 - Londres - Photo: GoRunway


Botas com polainas falsas deram o toque final a todos os looks da primeira parte. O designer não hesita em brincar com os quadrados favoritos da marca e um trench-coat oversize com abas de tempestade foi salpicado com uma tinta vermelha espessa. Também digno de nota, um belo blusão masculino acolchoado em patchwok, numa mistura de bege, amarelo e vermelho. Também presentes, toques athleisure e o novo logótipo emblemático TB, como o que se viu na t-shirt usada por Riccardo Tisci quando saiu para saudar o público.
 
Como já se tinha percebido na sua passagem pela Givenchy, Riccardo Tisci gosta de penteados muito elaborados e várias modelos ostentaram penteados intrincados, incluindo Gigi Hadid. Mas, Tisci abandonou esse look na segunda parte da coleção, optando pelo coque chique em modelos agora vestidas com esmero. A banda sonora foi da autoria de M.I.A., mas o início do desfile foi bastante nostálgico com algumas faixas de Cream.
 
Para esta coleção longa e elaborada, Riccardo Tisci trabalhou o conceito de desconstrução com trench-coats cortados e remendados com pedaços de seda com estampados animais. Como no seu desfile de estreia, em setembro, a cor favorita de Riccardo continua a ser o bege impermeável, usado em belíssimos cocktails e vestidos de noite drapeados.


Burberry - outono-inverno 2019 - Moda Feminina - Londres - © PixelFormula


O público foi dividido em duas partes: uma dourada e outra prateada. "Uma representa a elite, a outro o street", explica divertido Riccardo Tisci. Os convidados dourados estavam sentados num grande auditório de mogno com luxuosas poltronas e uma passarela reta; os convidados prateados estavam empoleirados em blocos num enorme aquário circular com uma passarela sinuosa e um cenário embelezado com vigas de ferro. Ao longo do desfile, centenas de adolescentes treparam estas vigas. Mas, sinceramente, a ideia de que estes aplaudissem em conjunto durante longos minutos no final do desfile não convenceu ninguém. O equivalente na moda ao riso gravado.

"Eles representam a liberdade! Os jovens já não têm o poder que tinham há 20 anos, quando cheguei a Londres. Na altura, a sociedade dava-lhes mais oportunidades de se expressarem. Quero incluir e não excluir. Da rainha à rua, todos são bem vindos", exclama Riccardo Tisci nos bastidores. "Esta é a história que quero escrever com a Burberry."
 
Algumas das peças já estarão disponíveis no próximo mês. O novo CEO, Marco Gobbetti, também italiano, tomou a decisão de lançar novas peças todos os meses.


O designer Riccardo Tisci posa com as modelos após o desfile outono-inverno 2019 em Londres


A última mini-carteira Title esteve disponível logo após o desfile durante 24 horas, exclusivamente no Instagram, WeChat, Line e KakaoTalk.
 
Definitivamente, as coisas estão a mudar na Burberry.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.