×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
24 de jun. de 2019
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Bruno Sialelli apresenta verão muito chic para a Lanvin

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
24 de jun. de 2019

A Europa foi finalmente palco de uma coleção masculina que remeteu à férias divertidas. Nesta temporada de moda masculina, toda uma geração de estilistas europeus pareceu ter se esquecido o quanto os homens realmente gostam de gastar em maio e junho para trocar e tirar alguns quilos de roupas para renovar a aparência em julho e agosto, período do alto verão europeu.


Lanvin - Moda Masculina - Primavera / Verão 2020 - Paris. - Photo: GoRunway.com


Mas este não foi o caso Bruno Sialelli, cuja primeira coleção masculina para a Lanvin foi uma grande e peculiar declaração do "joie de vivre" (alegria de viver) francês, com um toque de surrealismo e muito respeito pela essência e a estética da fundadora da marca, Jeanne Lanvin.

Esta coleção para a primavera de 2020 foi apresentada dentro de uma bela piscina pública estilo art déco no 19º arrondissement, ao norte de Paris. O ambiente intocado era o cenário ideal para uma coleção baseada no esquecimento das obrigações para curtir o verão.

O desfile começou com a apresentação de blazers perfeitos para a ida à um restaurante na praia, em tons de azul bebê e verde-limão mais claro, com uma estampa de ondas e calças mais curtas, combinados com mini-camisas de cashmere e camisetas com estampas marinhas de baleias e gaivotas. Para as festa, calças com listras laterais, faixas turquesa e jaquetas militares de seda combinando. Muitos dos modelos usaram chapéus de palha extravagantes. Em um desfile misto, as modelos usaram vestidos de seda cruzados com estampas de conchas, vestidos listrados e pardas náuticas.

Bruno Sialelli, que é originário de Marselha, evidenciou suas origens com a criação de sandálias de escalada e calças curtas com bolsos grandes, embora o designer tenha confessado após a apresentação que se inspirou em uma viagem a Israel na qual viu crianças locais usando shorts e botas militares.

"Fácil, francês e a idéia de um menino que se torna homem enquanto aproveita o verão, ou jovens europeus que tiram um ano sabático para viajar pela América do Sul", disse Sialelli após o desfile.


Lanvin - Primavera / Verão 2020 - Paris. - Photo: GoRunway.com

 
Muitos logotipos também foram apresentados, como o emblema de mãe e filha da marca, uma interpretação da Lanvin como logotipo de uma montanha-russa para cerveja ou até mesmo como uma embalagem de sorvete surrealista. Desta forma, Bruno Sialelli trouxe de volta a Lanvin dos anos 70, quando o designer da época, Jules-François Crahay, injetou um elemento boêmio na marca.

Ele ainda acrescentou uma série de sereias em brincos e bolsas que foram extraídas das torneiras do banheiro de Jeanne Lanvin, resultado de uma colaboração com o designer de interiores Armand-Albert Rateau. A tendência dos tecidos também foi percebida, com uma imitação de remendos e blusas trançadas. Da mesma forma, vimos um grande cardigã alongado feito com uma estampa de ovelhas em miniatura, que o cantor de blues Ben Harper, que estava sentado na primeira fila do desfile, fotografou três vezes para ter certeza de que fez seu pedido corretamente.

Em uma palavra, chic. Um chic surrealista alegre para os longos dias do verão. 

"Eu amo o meu trabalho, mas as férias são o melhor da vida!”, disse Bruno Sialelli com um sorriso.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.