×
167
Fashion Jobs
Publicado em
22 de mai de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Brunello Cucinelli: dois co-CEOs entram para apoiar o fundador na gestão da empresa

Publicado em
22 de mai de 2020

Após ter comunicado, no ano passado, sua intenção de se afastar do papel de CEO da marca de roupas e acessórios de luxo para homens, mulheres e crianças fundada por ele em 1978, Brunello Cucinelli confirma seu retorno como Presidente Executivo e Diretor Criativo. Agora, o empresário italiano será acompanhado por dois co-CEOs.


Brunelli Cucinellinasceu em1953 em Castel Rigone uma aldeia de Passignano sul Trasimeno, na Úmbria (Itália central) - brunellocucinelli.com


Durante a assembleia dos acionistas para aprovação dos resultados de 2019, o recém-eleito conselho de administração de 12 membros conferiu ao presidente executivo, Brunello Cucinelli, poderes nas áreas de estilo, criatividade e comunicação, confirmando o seu papel de diretor criativo; e nomeou Luca Lisandroni e Riccardo Stefanelli, como novos managing directors e CEOs da marca. Luca Lisandroni será responsável pela área de Mercados e Riccardo Stefanelli pela área de Produtos e Operações.

"É com grande emoção e esperança que olho para o futuro da humanidade e da nossa indústria", disse em comunicado Brunello Cucinelli. "Imagino que estes dois jovens, de quarenta e poucos anos, homens de grande valor profissional e apaixonados pelos grandes conceitos universais da verdade, beleza e humanidade, poderão liderar a empresa durante muito tempo, como um exemplo de cuidado para as gerações futuras".

Riccardo Stefanelli é o marido da filha mais velha do empresário, Camilla Cucinelli, e tem 14 anos de experiência na empresa, enquanto Luca Lisandroni ingressou na empresa há 4 anos, proveniente da Luxottica.
 
O novo conselho de administração é composto por Brunello Cucinelli - que é também o presidente -, Riccardo Stefanelli, Luca Lisandroni, Camilla Cucinelli, Carolina Cucinelli, Giovanna Manfredi, Stefano Domenicali (independente), Annachiara Svelto (independente), Andrea Pontremoli (independente), Ramin Arani (independente), Maria Cecilia La Manna (independente), retirada da lista apresentada pelo acionista majoritário Fedone Srl - empresa da qual Brunello Cucinelli é presidente e CEO, que detém 51% do capital social da marca, que por sua vez é pela Spafid Trust Srl como administradora do Brunello Cucinelli Trust, criado em 2014. A última a integrar o conselho de administração é Emanuela Bonadiman (independente) retirada da lista apresentada por um grupo de empresas de gestão de ativos e investidores institucionais.
 
Durante a reunião foram apresentados os resultados financeiros consolidados da Brunello Cucinelli SpA. em 2019. A receita líquida atingiu 607,8 milhões de euros, 9,9% a mais que a de 2018, e o lucro líquido foi de 49,3 milhões de euros, 7,1% acima do registrado em 2018. 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.