×
Publicidade
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
26 de out. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Brioni avança com seu plano de relançamento

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
26 de out. de 2021

Kering dá sequencia ao plano de reestruturação de Brioni. Conforme anunciado em abril, 320 empregos serão cortados dentro da empresa italiana de moda masculina de luxo, adquirida pelo grupo de François-Henri Pinault em 2011. Todas as demissões dizem respeito às três unidades de produção em Abruzzo de Penne, Montebello di Bertona e Civitella Casanova, com o fechamento das divisões de camisas e malhas.


Brad Pitt é o embaixador de Brioni - Brioni


Durante uma reunião no Ministério Italiano do Desenvolvimento Econômico, na presença dos representantes do Ministério do Trabalho, da regiões da Lombardia e Abruzzo, e dos sindicatos, os dirigentes de Brioni reafirmaram a intenção de implementar o plano industrial 2021-2025, visando racionalizar os custos da estrutura e reorganizar a produção.

A Brioni vem sofrendo há alguns anos com o excesso de capacidade de produção causado pela profunda transformação que afetou o mercado de roupas formais masculinas de alto padrão. A situação piorou ainda mais com a pandemia. No entanto, como a Kering revelou durante a recente publicação de seus resultados trimestrais, "Brioni recuperou no terceiro trimestre o nível de vendas do terceiro trimestre de 2019", ou seja, o nível pré-pandemia.

Segundo os sindicatos presentes na reunião, 200 trabalhadores da sede de Penne, que sempre acolheu os famosos ateliers de Brioni, assinaram um acordo de desligamento da empresa, mas deverão permanecer até outubro de 2022 se beneficiando do auxílio extraordinário concedido pelo Estado à crise ligada à Covid-19.

“Desde que o grupo Kering comprou a Brioni, somente houve a preocupação de saldar as dívidas, sem nunca realmente haver a proposta de um plano de revitalização desta histórica marca italiana”, queixam-se os sindicalistas. Conscientes da difícil conjuntura econômica atual, eles convidam o grupo francês “a investir na qualificação e na manufatura, que são a verdadeira riqueza desta marca made in Italy”, destacando em particular “a necessidade de investimentos tecnológicos que possam integrar de forma adequada a empresa na dentro do grupo”, e ​​alertam para a perda de know-how, que “só arrisca empobrecer a Brioni”.

Liderada desde 2020 por Mehdi Benabadji, em setembro de 2018 a marca confiou suas coleções ao designer austríaco Norbert Stumpfl e criou uma coleção-cápsula com o ator americano Brad Pitt, que é também seu embaixador. Além disso, a Brioni acaba de abrir uma loja em Beverly Hills, na Rodeo Drive, enquanto lançou recentemente um novo conceito de loja chamado "Brioni Atelier" em Frankfurt, Alemanha, referindo-se às históricas oficinas de alta-costura que a marca está racionalizando drasticamente.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.