×
Publicado em
23 de ago. de 2022
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Brasil e Colômbia se consolidam como líderes em insumos, têxteis e confecções na América Latina

Publicado em
23 de ago. de 2022

Com a globalização, a China tornou-se a fabricante têxtil de todos os continentes e a América Latina não foi exceção. Após dois anos de uma pandemia que causou dificuldades nos embarques e desabastecimento, Brasil e Colômbia despontaram como os fabricantes locais por excelência.


Semana


Atualmente, a capacidade de fabricação da América Latina só poderia suprir até 8% da demanda têxtil total dos Estados Unidos. Além de países da América Central, como El Salvador e Guatemala, que são tradicionalmente os fabricantes têxteis da região, agora Colômbia e Brasil se juntam a essa tarefa.

Os acordos comerciais e as relações estreitas entre os países da região andina e da América do Sul desencadearam um aumento de dois dígitos no comércio. Os embarques brasileiros de calçados e insumos para países vizinhos aumentaram 30% até o momento este ano.

Paralelamente, a Colômbia registrou um aumento de 25% nas exportações de têxteis globalmente, enquanto os países latinos registraram um aumento de 36% na demanda internacional. Estima-se que até o final de 2022, a oferta latina de insumos e têxteis para a região deva aumentar 40%.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.