×
749
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Bottega Veneta nomeia um novo diretor-geral para a Europa

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 25 de mar de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Um executivo da Adidas para dirigir a Bottega Veneta na Europa. Massimiliano Brunazzo é o novo diretor-geral EMEA da marca do grupo Kering, sabe a FashionNetwork.com. Uma informação confirmada pela empresa. Até há poucas semanas, o dirigente ainda estava na sede alemã da gigante do desporto como diretor da unidade responsável pelo desenvolvimento de novos conceitos para os consumidores e pelos "Heartbeat Sports", ou seja, os principais desportos de certos mercados. Agora, transferiu-se para Milão.


Silhueta Bottega Veneta - Bottega Veneta


Claus-Dietrich Lahrs, diretor-geral da casa italiana, escolheu um sucessor para Marc LeMat, recrutado em meados de 2017, que deixou a empresa em fevereiro, para liderar uma área que sofreu particularmente no ano passado. Em 2018, a Bottega Veneta viu o seu volume de negócios cair 3%, para 1,109 bilhão de euros, 82% dos quais gerados pela sua rede própria. Mas, ao longo do ano, as vendas nas suas lojas caíram 12% em relação a 2017 na Europa Ocidental. Nos resultados anuais da Kering, o grupo indicou que a sua marca sofreu especialmente com a queda nas despesas turísticas.
 
Cabe assim, agora, a Massimiliano Brunazzo a tarefa de elevar a fasquia no Velho Continente e tirar partido da estratégia implementada, com Daniel Lee à frente da criação. Além dos dois anos e meio passados na Adidas, o dirigente esteve entre 2011 e 2016 na Hugo Boss, onde liderou nomeadamente a zona do Sul da Europa. Anteriormente, já havia passado cinco anos na Adidas e fizera carreira na indústria desportiva na Oberalp e na Mistral.

História interessante: Claus-Dietrich Lahrs, que está à frente da Bottega Veneta desde 2016, conheceu Marc LeMat e Massimiliano Brunazzo quando dirigia a Hugo Boss (entre 2008 e 2016). E, em 2015, Massimiliano Brunazzo já havia sucedido a Marc LeMat à frente da filial francesa da marca alemã.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.