×
Publicado em
21 de set. de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Bibi planeja exportar 20% da produção em 2021

Publicado em
21 de set. de 2021

A Calçados Bibi, empresa especializada em calçados infantis, com foco no público de 0 a 9 anos, anunciou que em 2021 deve exportar 20% de sua produção, estimada em 2 milhões de pares ao ano. De acordo com a empresa, em comparação com 2019, a marca registrou um incremento de 27% na exportação de pares para países da América Latina e de 76% para a Europa. 


Bibi deve exportar 20% da produção em 2021 - Bibi


Para atingir a meta de exportação para o ano, a empresa tem investindo em diversas ações, como rodadas de negócios e showrooms virtuais, para apresentar as coleções, estreitar a relação e obter novas frentes em territórios onde não está presente. No primeiro semestre, esse trabalho foi desenvolvido em países como Rússia, França e Inglaterra. O próximo projeto seguindo as mesmas diretrizes será com foco para o Oriente Médio. 

"No início do ano, um dos países que se destacou na exportação foi Israel, no Oriente Médio, por ter um avanço significativo na vacinação. Mas se levarmos em conta o primeiro semestre de 2021, a Europa vem se destacando e apresentando um sell-out expressivo se comparado com outros continentes. Com uma procura maior, tivemos que efetuar alguns embarques aéreos para suprir a demanda do mercado. E isso é ótimo, mostra a recuperação. Aqui na América Latina, os principais destinos dos calçados da Bibi são para Peru, Equador, Chile e Argentina. Acreditamos em um cenário positivo com a retomada da produção", conta a presidente da Bibi, Andrea Kohlrausch. 

Além disso, desde 2017 a empresa vem investindo na internacionalização da franquia. Em maio deste ano, após inaugurar unidades no Peru, Bolívia, Chile e Guatemala, a empresa abriu sua quarta loja no Equador. No Peru já são seis lojas, com meta de inaugurar mais três até o final deste ano. 

No total são 14 operações no exterior, sendo um e-commerce no Chile e 13 franquias localizadas nos países da América do Sul e Central, de uma rede de mais de 132. A empresa conta que o e-commerce chileno vem obtendo bons resultados desde a sua implementação, tendo ajudado a acelerar as vendas no país em 270% em comparação com 2019 e 2020. Com isso, a Bibi estima para 2021 um crescimento de 60% neste mercado em relação ao ano passado. 

"Temos estratégias de negócios diferenciadas. Investimos na expansão da rede de franquias internacionais em mercados-alvo, que são pré-determinados pela Bibi, assim como na expansão do projeto de e-commerce internacional, acelerando assim a presença no digital no mercado externo. Atuamos de forma constante em ampliar nossa rede de distribuição, por meio de vendas diretas e pela entrada em marketplaces internacionais em mercados estratégicos", ressalta a presidente da Bibi. 

No Brasil, a Bibi está em mais de 3.500 mil pontos de venda multimarcas, além do e-commerce. O faturamento médio anual da empresa é de mais de 120 milhões de reais.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.