×
751
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Berluti: Alfaiataria polida em uma estreia elegante de Kris Van Assche

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 18 de jan de 2019
Tempo de leitura
access_time 3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Semana da Moda Masculina de Paris - O novo diretor artístico da Berluti, Kris Van Assche, apresentou sua primeira coleção para a célebre marca francesa em uma sexta-feira (18) gelada em Paris.


Photo: Kris Van Assche/ Instagram - Berluti/Instagram


Na manhã de sexta-feira (18), um público numeroso se reuniu ao redor da grande escadaria do Palais Garnier, depois de ser acolhido por um grupo de artesãos vestidos com aventais de couro desgastado. A mensagem era clara: Kris Van Assche seria muito respeitoso com o DNA da Berluti e suas origens como o mais exclusivo fabricante de botas na França. O primeiro look apresentado deixou isso ainda mais claro: um terno fino, impecavelmente cortado, com calças longas e uma jaqueta de dois botões com botas combinando feitas de couro polido, o material pelo qual Berluti é famoso.
 
Sob o som da versão industrial de uma sinfonia clássica, o elenco de modelos desfilou rapidamente pelas galerias em volta da famosa escadaria de mármore do local, a maioria usando sapatos de couro. Destaque para o longo casaco expressionista, quase abstrato e outra versão da mesma peça, em couro brilhante de pônei, bem como o ombro marcado bem anos 80 de Kris, e ternos apertados na cintura nas cores verde e fúcsia. Em um aceno às origens da cultuada marca, o estilista belga até mesmo apresentou pendentes na forma de calçadeiras.

"Trata-se de atingir cliente atual, mostrando-lhe nossa pátina e nosso savoir-faire, construindo pontes e promovendo a tecnicidade de nossos produtos para um novo cliente, mais jovem, mais velho, seja ele quem for. Uma coleção elegante e moderna que pode muito bem manter seu rótulo de ‘luxo', este foi o desafio desta coleção", explicou Kris Van Assche, muito emocionado depois de cumprimentar seus pais.
 
Uma mistura de sobriedade e ousadia que, juntas, deram origem à um primeiro trabalho impressionante, que enfatizou na alfaiataria acima de tudo. Kris Van Assche também apresentou uma bota de alta tecnologia que tanto Antoine Arnault quanto sua companheira Natalia Vodianova usaram para o desfile. “A alfaiataria moderna foi o tema, e Kris respeitou isso dando o seu toque. Estamos muito felizes com o que ele está criando”, disse Arnault.

Aos 42 anos, o criador belga Kris Van Assche juntou-se à Berluti depois de deixar a mais célebre marca de moda da LVMH, Christian Dior, onde foi diretor criativo do prêt-à-porter masculino. Na Dior Homme, ele contribuiu para a ascensão do streetwear e do sportswear - mas na Berluti, essas tendências apareceram de forma moderada, em alguns jeans biker, por exemplo.

Meia dúzia de modelos femininos também foram apresentados no desfile. Embora o CEO Antoine Arnault destacou que eram apenas roupas "boyfriend", que as mulheres poderiam ter pegado emprestado de seus namorados. "Esta não é uma coleção feminina separada”.

A primeira fila estava repleta de executivos da LVMH: o "chefão" Bernard Arnault, Sidney Toledano, Serge Brunschwig, da Fendi, Antonio Belloni, Delphine e Antoine Arnault, sendo este último o CEO da Berluti.

Questionado sobre os boatos de que a LVMH estaria considerando lançar uma nova marca de moda com a cantora Rihanna, Bernard Arnault se contentou em dar apenas uma risada e dizer: "Eu particularmente acho que Rihanna é uma cantora extraordinária!".

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.