×
Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
19 de fev. de 2021
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Beiersdorf prevê recuperação nas vendas em 2021

Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
19 de fev. de 2021

A empresa alemã fabricante da Nivea, Beiersdorf, está otimista com a recuperação em 2021, apesar de ter visto suas vendas orgânicas caírem 5,7% em 2020 devido aos efeitos do coronavírus.


Nivea


A empresa registrou vendas de 7.025 bilhões de euros no ano passado, um pouco abaixo do consenso de analistas de 7.071 bilhões, de acordo com dados da Refinitiv. O lucro antes de juros e impostos (EBIT) caiu 17% para 906 milhões de euros, superando o consenso estabelecido em 885 milhões de euros. A queda de 5,7% nas vendas orgânicas representa uma melhora em relação à diminuição de 7,1% registrada nos primeiros nove meses.

A Beiersdorf disse que espera que a receita do grupo como um todo volte a crescer em 2021, bem como sua divisão de bens de consumo, e prevê uma margem de EBIT no mesmo nível de 2020. A unidade de adesivos Tesa também deve recuperar o crescimento das vendas, mas sua margem de EBIT deve cair devido a um investimento significativo.

O CEO da companhia, Stefan de Loecker, afirmou que deseja acelerar um programa de investimento lançado em 2019, que planeja investir mais 300 milhões de euros nos próximos cinco anos em sustentabilidade, digitalização e mercados em crescimento. “Ainda temos algumas incertezas pela frente este ano. No entanto, estou confiante de que com o aumento da vacinação em muitos países veremos melhorias significativas até o final do ano”, concluiu. 

© Thomson Reuters 2021 Todos os direitos reservados.