×
Por
AFP-Relaxnews
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
13 de abr. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Beiersdorf lança primeiro creme facial feito com CO2 reciclado

Por
AFP-Relaxnews
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
13 de abr. de 2022

A gigante alemã de cosméticos Beiersdorf, controladora de várias marcas de beleza, incluindo a Nivea, anunciou o lançamento do primeiro cosméticos feito com CO2 reciclado. O produto, o Hidratante Nivea Men Climate Care, foi desenvolvido graças a uma tecnologia que captura e recicla o dióxido de carbono.


DR


A indústria de cosméticos está gradualmente se tornando verde. Enquanto muitas marcas estão cada vez mais interessadas nas opções de embalagem de seus produtos, bem como em matérias-primas para fórmulas mais amigas da pele e do meio ambiente, outras estão indo ainda mais longe, recorrendo a novas tecnologias. É o caso do grupo alemão Beiersdorf, que desenvolveu um hidratante com CO2 reciclado em sua composição.

Nivea Men será a primeira marca do grupo a se beneficiar desta tecnologia inovadora, com um creme hidratante contendo um ingrediente obtido a partir de dióxido de carbono reciclado. A empresa conseguiu este feito graças a um processo de captura e reciclagem de CO2. Em termos concretos, o dióxido de carbono é primeiramente coletado em diversos locais, como chaminés industriais, depois direcionado para um biorreator onde é transformado em etanol cosmético.

A edição limitada Nivea Men Climate Care Hidratante é formulada com 14% de etanol obtido por métodos alternativos e não contém microplásticos, silicone ou óleo mineral. Da embalagem ao fim da vida útil, o produto foi projetado com o meio ambiente em mente. O grupo Beiersdorf especifica que o produto é neutro para o clima e é fabricado com eletricidade de fontes renováveis. Além disso, a fórmula é quase totalmente biodegradável, enquanto a embalagem é reciclável. Com este lançamento, o grupo alemão dá sequencia aos seus objetivos de reduzir significativamente as suas emissões de carbono até 2025.

Embora este seja o primeiro produto de cuidados com a pele feito com CO2 reciclado, outra indústria - a de perfumaria - também está trabalhando nesse processo. A gigante da beleza Coty anunciou recentemente sua intenção de usar etanol proveniente desse mesmo processo para suas fragrâncias. Em um estilo diferente, a startup californiana Newlight Technologies desenvolveu um biomaterial a partir de gases de efeito estufa com pegada de carbono negativa. Chamado AirCarbon, este é usado principalmente na fabricação de óculos e outros acessórios de moda.

Copyright © 2022 AFP-Relaxnews. All rights reserved.