Beiersdorf, fabricante da Nivea, compra Coppertone por 550 milhões de dólares

A Beiersdorf, fabricante da Nivea e de outras marcas de cuidados corporais, comprou a marca americana Coppertone à Bayer por 550 milhões de dólares (490 milhões de euros) para fortalecer a sua posição nos Estados Unidos.


Coppertone

A Beiersdorf declarou através de um comunicado que em 2018 a Coppertone gerou vendas no valor de 213 milhões de dólares (189 milhões de euros). A empresa acrescentou também que a transação está sujeita à aprovação das autoridades de controlo de fusões, mas que deverá ser fechada durante o terceiro trimestre.
 
"Estamos convencidos de que a Coppertone e a sua equipa adicionarão experiência ao nosso portefólio de marcas líderes e fortalecerão significativamente a nossa posição, especialmente nos Estados Unidos", disse o diretor executivo da Beiersdorf, Stefan de Loecker.
 
No primeiro trimestre, o crescimento das vendas da Beiersdorf na América do Norte ficou abaixo do crescimento do restante do grupo, com um aumento de 3,7% após a eliminação dos efeitos da taxa de câmbio, contra os 6% gerais.

De Loecker, que assumiu o cargo de CEO em janeiro, já havia dito que estava interessado em realizar aquisições. A empresa conta com um caixa de mais de 4 bilhões de euros e tem recebido pedidos de investidores que solicitam a devolução de dinheiro aos acionistas.

A Nivea Sun da Beiersdorf é uma marca líder em cuidado solar na Europa e a marca Eucerin também fabrica produtos para cuidado solar.
 
Fundada em 1944, a Coppertone foi adquirida pela Bayer em 2014. A empresa farmacêutica declarou ter revitalizado a marca e avançado no desenvolvimento de produtos mais inovadores.
 
A Bayer disse também que esta venda lhe permitiria concentrar-se nas suas principais marcas de venda livre, como a Aspirina e as vitaminas Berocca.

Traduzido por Estela Ataíde

© Thomson Reuters 2019 Todos os direitos reservados.

CosméticaEstéticaBem-estarBeleza - DiversosNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER