×
680
Fashion Jobs

Balmain brinca com a nostalgia de um passado recente

Publicado em
today 27 de set de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Balmain fez uma referência ao passado nesta temporada, mas, ao contrário de muitas coleções atuais, mais focadas na década de 80, suas roupas evocaram o início do nosso século.


Balmain - primavera / verão 2020 - Paris. Foto: FashionNetwork.com/ Godfrey Deeny


Muito glamour na primeira fileira do desfile, com Eva Longoria ao lado de Kris Jenner - provocando muitos flashes dos paparazzi presentes no grand foyer do Palais Garnier. O clima era de ícones glamourosos da MTV, misturado com o francês chic ousado e catártico que o diretor criativo da marca Olivier Rousteing tanto ama.

Assim como o gigantesco tabuleiro de xadrez preto e branco sob o tetos com afrescos do local, os looks de abertura eram todos em preto e branco: espetaculares saias longas xadrez, maravilhosos ternos ultra-glam e vestidos com ombreiras.


Balmain - primavera / verão 2020 - Paris. Foto: FashionNetwork.com/ Godfrey Deeny


As lantejoulas apareceram gradualmente: em espirais densas, círculos e formas geométricas art déco, pouco antes do desfile decolar para um grande momento de conquista do espaço, com brilhantes vestidos de noite feitos de acrílico e bolhas de plástico: Balmain intergalática em sua melhor forma.

E como todos estão apostando no desenvolvimento sustentável, a Balmain não ficou de fora e que anunciou sua parceria com a Diamond Foundry, líder mundial em produtores de carbono neutro.

A grife francesa também apresentou muitas novidades em bolsas. Ela precisava urgentemente disso para expandir sua linha de produtos, e essa rica seleção de novas idéias deve funcionar. De bolsas de camurça acolchoadas com tachas de ouro e suspensórios-cordas de VIP de veludo, a bolsas metálicas acolchoadas adornadas com belos padrões de mármore.


Balmain - primavera / verão 2020 - Paris. Foto: FashionNetwork.com/ Godfrey Deeny


O desfile ganhou força ao som de “Baby One More Time”, de Britney Spears, e a aparição de um quarteto de ternos com calças jeans em cores primárias - calças cigarette e jaquetas com enormes ombreiras masculinas. Apesar de todas as referências estilísticas a Beyoncé e Destiny's Child, houve até um momento Grace Jones, com duas mulheres encapuzadas.

Após o desfile, dezenas de influenciadoras organizaram mini-shootings improvisados no Palais Garnier, para aproveitar o cenário. Ninguém queria ir embora. Do lado de fora, cerca de dois mil fãs e turistas gritavam por fotos dos convidados que estavam saindo. Sem dúvida, Balmain está em alta.

"São essas melodias viciantes - de Beyoncé, ou artistas como Britney, Christina (Aguilera) e JLo - que associamos aos looks que inspiraram essa coleção", explicou Olivier Rousteing. Não é à toa que ele intitulou a coleção Talkin '' Bout My Generation. Uma coisa é certa, Rousteing sabe falar com a sua geração. E há muitos clientes ouvindo.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.