×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
10 de nov. de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Balenciaga vai abrir sua primeira fábrica de artigos de couro na Itália

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
10 de nov. de 2020

Balenciaga, a marca do grupo francês de luxo Kering, anunciou que irá abrir sua primeira fábrica na Itália. Trata-se de um centro de produção de cerca de 10.000 metros quadrados dedicado à fabricação de artigos de couro, acompanhado de um centro de treinamento, que será inaugurado em 2021 em Cerreto Guidi, uma cidade toscana localizada a 40 quilômetros ao oeste de Florença.


Balenciaga quer reforçar sua oferta de acessórios. - Balenciaga Instagram


"A nova fábrica visa apoiar nossos planos de expansão", disse em comunicado a marca, que continuará contando com sua atual rede de fornecedores locais.

O grupo está investindo nesta nova oficina para permitir à Balenciaga melhorar a eficiência de sua cadeia de suprimentos graças a uma maior flexibilidade, e aumentar sua capacidade de produção ao adquirir controle direto sobre suas atividades na Itália.

“Com uma abordagem responsável e sustentável, a fábrica vai reativar um edifício existente, integrando um grande projeto arquitetônico. A futura abertura desta nova unidade produtiva deve gerar até 300 empregos, principalmente na comunidade local e regional, com especial atenção aos desempregados”, comunicou a marca.

Os artesãos contratados serão treinados internamente em uma antiga oficina de artigos de couro que estará operacional a partir da reestruturação inicial do prédio.

Sob a liderança de seu diretor artístico Demna Gvasalia, as vendas da Balenciaga aumentaram para 1 bilhão de euros em 2019, segundo estimativas de analistas, graças em particular aos acessórios, com o grande sucesso de alguns de seus modelos de tênis ou bolsas.

No terceiro trimestre, as marcas da Kering (além de Gucci e Bottega Veneta, combinadas sob a designação de “outras marcas”) registraram um aumento de 11,7% nas vendas em bases comparáveis, para 669,1 milhões de euros, graças ao crescimento de dois dígitos da Balenciaga e da Alexander McQueen.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.