×
984
Fashion Jobs
MARISOL
Supervisor de Vendas | sp Capital + rj
Efetivo - CLT · Jaraguá do Sul
IBRANDS
Líder de Logística
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
GRUPO BOTICARIO
Supervisor de Lojas (Gerente) - Quem Disse Berenice?
Efetivo - CLT · Curitiba
AVON
Comprador Sênior
Efetivo - CLT · São Paulo
RENNER
Supervisor de Vendas| Sobral Shopping - ce
Efetivo - CLT · Sobral
RENNER
Supervisor de Vendas | Rio Verde
Efetivo - CLT · Rio Verde
RENNER
Supervisor de Vendas| Imperial Shopping - Imperatriz ma
Efetivo - CLT · Imperatriz
RENNER
Supervisor de Vendas| Shopping Golden Calhau - São Luís
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| São Luís Shopping
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| Natal Shopping
Efetivo - CLT · Natal
RENNER
Supervisor de Vendas| Sobral Shopping - ce
Efetivo - CLT · Sobral
RENNER
Supervisor de Vendas | Rio Verde
Efetivo - CLT · Rio Verde
RENNER
Supervisor de Vendas| Imperial Shopping - Imperatriz ma
Efetivo - CLT · Imperatriz
RENNER
Supervisor de Vendas| Shopping Golden Calhau - São Luís
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| São Luís Shopping
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| Natal Shopping
Efetivo - CLT · Natal
CAEDU
Gerente de Grupo Produto - Infantil
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
SEPHORA
Gerente de Projetos Pmo
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
INBRANDS
Coordenador(a) de Planejamento
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
KARSTEN
Analista de Produto
Efetivo - CLT · BLUMENAU
AVON
Supervisor de Comunicação Para Força de Vendas
Efetivo - CLT · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Analista CRM sr - Product Owner
Efetivo - CLT · São José dos Pinhais

Balenciaga dispara a caminho da marca de um bilhão de euros

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 15 de fev de 2018
Tempo de leitura
access_time 3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Depois da Gucci, Bottega Veneta e Saint Laurent, “a próxima marca a ultrapassar a marca de um bilhão de euros em volume de negócios é a Balenciaga”, disse o CEO da Kering, François-Henri Pinault, na quarta-feira, a propósito da publicação dos resultados anuais, mostrando-se particularmente otimista relativamente ao potencial desta pepita de ouro adquirida pelo grupo de luxo em 2001.


Balenciaga, primavera-verão 2018 - © PixelFormula


A marca, que celebrou o seu 100º aniversário no ano passado, havia perdido muito do seu apelo ao longo dos anos, mas encontrou um novo entusiasmo sob a liderança de Demna Gvaslia, fundador da marca Vetements, que assumiu o cargo de diretor criativo em 2015 e modernizou o estilo da casa, adicionando o fator cool que estava em falta.
 
Na altura, o volume de negócios da Balenciaga foi estimado em cerca de 400 milhões de euros. Desde então, parece que a marca acelerou significativamente o seu desenvolvimento. Segundo François-Henri Pinault, "é a marca que cresceu mais rápido no quarto trimestre, com um salto de 60% nas vendas, e que gerou o maior crescimento do grupo no segundo semestre, ultrapassando o da Gucci”.

“O aumento da atratividade da marca traduz-se num crescimento recorde da receita, principalmente nas categorias de prêt-à-porter e calçado. Tendo em conta o aumento das vendas, a rentabilidade da Balenciaga está aumentando acentuadamente”, pode ler-se no relatório anual da Kering.  
 
“Estamos com 40% de crescimento em 2017, a margem operacional é de dois dígitos e o mês de janeiro está em linha com o último trimestre. Mas, tudo isto é recente e precisa ser consolidado. É preciso deixá-los trabalhar. Tal como na Gucci, é necessário que a progressão se estenda a todas as categorias de produtos e todas as regiões. De qualquer forma, a trajetória da Balenciaga vai no bom sentido”, disse o CEO.

“A este ritmo, as previsões a médio prazo poderiam ser muito superiores ao previsto, ainda que não se espere que a marca de um bilhão de euros seja ultrapassada este ano”, acrescentou.

Este ano, a Balenciaga desfrutou de um sucesso fenomenal em alguns dos seus acessórios, como os tênis Triple S e Trainer Speed, sendo estas últimas um dos seus produtos mais vendidos. Sem falar das Crocs repensadas por Demna Gvasalia, com solas plataformas muito altas, que ficaram esgotadas logo que chegaram ao mercado, no início de fevereiro de 2017, deixando em aberto novas incursões para o ano em curso.


As célebres Crocs revistas pela Balenciaga - Balenciaga


Estes exemplos confirmam o talento do diretor criativo, que, em algumas temporadas, conseguiu conquistar as gerações mais jovens, fazendo explodir a popularidade da marca, que realizou 60% das suas vendas através da sua rede de 121 lojas monomarca.

“A marca está animada. Com Demna Gvasalia, a visão está em harmonia com os tempos atuais e com os códigos da marca. Da nossa parte, damos à Balenciaga os meios para transformar esta visão em resultados. O seu potencial é gigantesco, nomeadamente nos artigos de couro e nos acessórios”, conclui François-Henri Pinault.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.