×
Por
UseFashion
Publicado em
30 de ago de 2017
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Balanço SPFW: Dia 02

Por
UseFashion
Publicado em
30 de ago de 2017

Dando continuidade ao SPFW, o segundo dia de desfiles movimentou a capital paulistana. Contando com apresentações dentro e fora da Fundação Bienal, no Parque Ibirapuera, 8 marcas trouxeram suas apostas para o verão 2017/18, envolvendo segmentos como vestuário, moda praia e moda festa. Além disso, algumas parcerias, principalmente voltadas para calçados e acessórios, tiveram sua estreia no evento.

O verão 2017/18 da Uma de Raquel Davidowicz teve como inspiração central a obra do artista americano Cy Twombly, conhecido por seu visual abstrato e descompromissado. Assim, a coleção da marca trabalhou com silhuetas leves e fluidas, contrastando com volumes sutis. Entre as peças, o conforto foi pontuado em vestidos, tops, camisas, jaquetas, saias e blazeres, ressaltando elementos como assimetrias, drapeados, sobreposições de materiais e transpasses. Atente ainda para estampas de rabiscos manuais, trazendo a essência do trabalho do artista para as superfícies. Como complemento, sandálias variadas chamaram atenção, assim como pulseiras e meias com transparência.


A Flagcx, na Vila Madalena, foi o local escolhido por Paula Raia para a apresentação de sua coleção. Com um clima de tranquilidade, a mostra foi além das roupas, criando uma experiência para os presentes, que eram convidados a um ambiente com sons da natureza e só poderiam entrar utilizando uma bata rosa de linho. Trabalhando tons de rose e nudes, a coleção manteve a essência da estilista, valorizando modelagens soltas ao corpo e com volumes expressivos em saias e mangas. Vestidos longos e mídis foram as principais peças, trabalhados em materiais leves e com transparências. Além disso, nas superfícies, texturas, babados amplos e recortes serviram como ornamentação para os produtos. Sapatos como oxfords e abotinados reforçaram a ideia de conforto da brand.


Como falamos em notícia anteriormente, a coleção de verão 2017/18 da Osklen teve como inspiração a vida e a obra de Tarsila do Amaral, uma das grandes representantes da arte brasileira. Pensando em seu legado, Oskar Metsavaht e sua equipe deram origem a uma coleção que contou uma história. Começando pela tela crua com os esboços da artista em lápis, passando por um bloco monocromático inspirado no autorretrato Manteau Rouge, e culminando uma série de peças estampadas por obras da artista, como Abaporu e Brasileiros. Atente para o uso de materiais como linho, algodão e seda em vestidos, camisas, calças amplas, tops cropped e blusas leves, além de conjuntos em alfaiataria, trazendo um tom elegante para o desfile. 

Copyright © 2021 UseFashion. Todos os direitos reservados.