×
Publicado em
12 de jun. de 2019
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Avon, Dove e Natura são as marcas mais lembradas em estudo sobre empoderamento

Publicado em
12 de jun. de 2019

Um estudo da MindMiners, empresa de tecnologia especializada em pesquisa digital, apontou as marcas mais lembradas quando o assunto é empoderamento feminino. Segundo os dados, somente 35% dos respondentes conseguem atrelar uma marca ao assunto e elas são principalmente Natura, Dove, Avon, O Boticário e Salon Line. 


Preta Gil e Iza estrelam a campanha Eu posso ser o que eu quiser, da marca Salon Line, voltada para o empoderamento feminino - Divulgação


A pesquisa "A importância de falar sobre empoderamento feminino" foi liderada pela analista de comunicação Katlyn Mallet e contou com uma amostra de 1.000 respondentes, reunidos na rede social de opinião MeSeems.

Segundo a assessoria de imprensa da Salon Line, que aparece em quinto lugar no ranking, o tema é um dos principais pilares da marca, cujo próprio slogan é “Transforme-se em você”, apoiando mulheres a assumirem a identidade e aparência que desejarem, sem medo de julgamentos.

“Temos um universo de produtos para todos os tipos de cabelos. Se a mulher quiser ser lisa, cacheada ou crespa, queremos que ela saiba que pode contar conosco para apoiá-la em qualquer uma das escolhas”, conta a gerente de marketing, Kamila Fonseca.

Ainda segundo a pesquisa, para 64,8% das mulheres é muito inspirador ver figuras femininas mais presentes em diversos cenários sociais, como na política, na mídia e em cargos de liderança. Esse índice cai para 40% quando a mesma questão é respondida por homens.

As entrevistadas acreditam ainda que mulheres gordas, negras e idosas são as menos representadas pela mídia de forma geral, incluindo a publicidade. Enquanto 35% dos homens acreditam que as mulheres devam ser “femininas e delicadas”, 87% das mulheres já ouviu comentários sobre sua aparência ou personalidade que as “incomodaram ou magoaram”.

Além disso, 65% das mulheres e 66% dos homens acreditam que existam profissões destinadas apenas para homens, como pedreiro, mecânico, cargos na construção civil e postos militares. Já 41,4% das mulheres e 49,4% dos homens consideram que funções como babá, doméstica, manicure, professora, cozinheira e secretária devam ser exercidas apenas por figuras femininas.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.