×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
17 de mai de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Authentic Brands estaria prestes a comprar a Reebok por 1 bilhão de dólares

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
17 de mai de 2021

Colocada à venda pela Adidas, a Reebok já seria alvo de uma oferta feita pelo grupo Authentic Brands (Barney's, Juicy Couture, Nautica, Nine West, Frye) no valor de 1 bilhão de dólares, segundo o New York Post.


Reebok


Uma oferta que ficaria bem abaixo dos 3,8 bilhões de dólares que a alemã Adidas desembolsou em 2006, quando comprou a Reebok na esperança de conseguir competir melhor com o grupo Nike Inc. No entanto, este montante corresponde ao nível avaliado pelos observadores desde meados de fevereiro, quando a Adidas formalizou a sua intenção de longa data de se separar da Reebok, cujo fraco desempenho se tornou progressivamente problemático.
 
Nem o grupo Adidas nem a Authentic Brands negaram ou reagiram até ao momento às afirmações da imprensa americana.

A agência Reuters afirmou no início deste mês que a Adidas aguardava ofertas dos grupos chineses Anta Sports, que em 2019 comprou a Amer Sports (Salomon, Arc'Teryx ...) e Li Ning, bem como do grupo coreano Fila. No entanto, estes interesses asiáticos podem ser afetados pelos boicotes a marcas ocidentais em solo chinês, no contexto das controvérsias em torno do trabalho forçado dos uigures em Xinjiang. O fundo Cerberus Capital Management também manifestou interesse na marca.

No seu exercício de 2020, a Reebok registrou uma queda de 19% nas vendas, para 1,4 bilhão de euros. Ou seja, menos de metade dos 3 bilhões de euros em volume de negócios que a marca gerou em 2005 antes da sua aquisição pela Adidas. A Reebok foi rapidamente e cada vez mais apontada como um obstáculo ao desenvolvimento da empresa alemã pelos seus investidores. Em 2014, já era levantada a questão da sua revenda a um magnata tailandês e a fundos de Abu Dhabi, por um montante de 1,7 bilhão de euros.
 
A marca foi reorganizada nos últimos anos em torno de uma rede reduzida e de catálogos lifestyle e training repensados. A direção criativa também foi confiada ao designer Kerby Jean-Raymond, além de te multiplicado colaborações com artistas, como Cardi B.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.