×
887
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

August Getty quer trazer o glamour de volta à Paris

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 13 de nov de 2018
Tempo de leitura
access_time 3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

August Getty, um dos poucos costureiros de Los Angeles, está em uma missão: trazer o glamour de volta à Paris.


August Getty apresenta um look encomendado por Katy Perry

 
Sua marca, August Getty Atelier, vai apresentar a sua coleção de alta-costura na próxima temporada de Paris durante dois dias, 22 e 23 de janeiro, no Hotel Ritz.
 
"Espero que as pessoas saiam com um vislumbre de esperança de que o glamour está vivo e bem", disse Getty, que esteve em Paris na segunda-feira (12) para conhecer e cumprimentar a mídia local.

“Tentamos mercados diferentes. Mas Paris é lugar o certo em termos do calibre do que eu desenho; é o mercado para o qual eu quero desenhar, eu amo o glamour da cidade”, diz Getty, usando botas de Giuseppe Zanotti, calças de smoking e colete Tom Ford, e camiseta Ebay.

"Nos aventuramos em vários mercados. Mas Paris parece-me particularmente bem adaptado às minhas criações; é o mercado para o qual eu quero desenhar, eu amo o glamour que reina na cidade ", diz August Getty, em botas Giuseppe Zanotti, calças de smoking e colete Tom Ford, e camiseta pintada no eBay.

Embora tenha apenas 24 anos, Getty já vestiu um atriz indicada ao Oscar: Rachel McAdams usou um vestido justo de cetim verde desenhado por ele quando foi indicada por “Spotlight", em 2016, e ele também vestiu Miley Cyrus, Cher, Kate Hudson, Jennifer Lopez, Zendaya e várias Kardashians. Seu estilo é grand modern glam com um twist.

Getty decidiu que seria designer de moda aos três anos, quando começou a colocar guardanapos de papel em garfos nos restaurantes e a transformar os sacos de sapato Roger Vivier de sua mãe em mini-vestidos para Barbies. Sua mãe é empresária Ariadne Getty, neta do herdeiro da Standard Oil, J. Paul Getty, que foi por várias décadas o homem mais rico do mundo.

Quando criança, August viveu oito anos na Inglaterra, em Wormsley Park, uma mansão gigante em Buckinghamshire, antes de voltar para Los Angeles. Aos 18 anos, ele abandonou a New Roads High School, em Santa Monica.

Hoje, sua oficina, que emprega cerca de vinte pessoas, é baseada em Culver City. Ele viaja para lá diariamente, em um jipe ​​com motorista, de sua casa em Century City. Para August, sua equipe é como a última geração dos artesãos de estúdios de Los Angeles, que vestiam as estrelas na Era de Ouro de Hollywood.

Questionado sobre o número impressionante de estrelas que ele veste, ele responde: “Somos uma equipe baseada Los Angeles. Temos ótimos relacionamentos com estilistas locais e as pessoas que eu visto também são meus colegas. A maioria tem a minha idade. Todos trabalhamos juntos ... No meu coração, meus heróis do design sempre serão Gianni Versace, Donatella Versace e Alexander McQueen”.

Getty se apresentou pela primeira vez aos 19 anos, na temporada de Mercedes Benz de Nova York. Sua apresentação em Paris será sua décima coleção. O desfile de sua terceira coleção, organizado em colaboração com David LaChapelle e intitulado "Thread of Man", contou com mais de 60 modelos em um estúdio da Universal, e teve um falso acidente de caminhão; uma mulher de topless em um ponto de ônibus e um coral gospel cantando "Oh Happy Day".
 
“Foi estressante, mas eu era fã de David e queria uma incrível justaposição, entre a doçura e beleza da alta-costura e sua visão radicalmente apocalíptica de celebridade".

August Getty é sobrinho de Jean Paul Getty III, cujo seqüestro, em 1973, desencadeou um grande clamor internacional. No ano passado, Ridley Scott apresentou "Todo o Dinheiro do Mundo", um filme que conta a história do sequestro brutal de seu tio e intensa cobertura da mídia.

Perguntado se isso levou a uma vida atrás de muros altos, cercada de segurança, Getty franze a testa e responde com calma: “Nossa família cresceu de maneira muito tranquila. Não havia nenhuma razão para ter mais segurança porque nós não levamos um estilo de vida que exigia isso. Mas eu provavelmente deveria ter tido algum em Los Angeles, já que um garoto de 14 anos em clubes noturnos não é bom para o coração de uma mãe”.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.