×
1 030
Fashion Jobs
C&A
Analista de CRM Sênior - (Minha c&a)
Efetivo · BARUERI
FARFETCH
sr Financial Controller Manager | Americas
Efetivo · SÃO PAULO
GRUPO BOTICARIO
Analista de Gestão de Iniciativas ii (Atendimento) - Afirmativa Para Pessoas Negras (Pretas e Pardas)
Efetivo · Fortaleza
GRUPO BOTICARIO
Analista de Gestão de Segmentação Iii
Efetivo · São José dos Pinhais
GRUPO BOTICARIO
Product Manager Especialista i (Colaborador)
Efetivo · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Analista de Analytics de CRM Lll
Efetivo · São José dos Pinhais
FARFETCH
Business Intelligence Analyst
Efetivo · SÃO PAULO
FARFETCH
Brand Manager
Efetivo · SÃO PAULO
FARFETCH
Service Desk Analyst
Efetivo · SÃO PAULO
FARFETCH
Comercial Manager - Private Client
Efetivo · SÃO PAULO
C&A
Gerente de Planejamento Comercial - Kids
Efetivo · BARUERI
FARFETCH
Senior Data Product Manager
Efetivo · SÃO PAULO
FARFETCH
Product Manager - Data
Efetivo · SÃO PAULO
C&A
Supervisor (a) de Planejamento Comercial
Efetivo · BARUERI
C&A
Gerente de Planejamento Comercial
Efetivo · BARUERI
FARFETCH
Tech Delivery Manager
Efetivo · SÃO PAULO
FARFETCH
Senior Product Manager - Growth (Fps)
Efetivo · SÃO PAULO
C&A
Gerente de Projetos Estratégicos - Comercial
Efetivo · BARUERI
RENNER
Analista de Gestão Imobiliária / Ocupação / Real Estate / Locação
Efetivo · Porto Alegre
CAEDU
Gerente de Grupo - E-Commerce
Efetivo · São Paulo
AMARO
Comprador de Matéria Prima
Efetivo · São Paulo
AMARO
Key Account - Brand Success (Fashion)
Efetivo · SÃO PAULO
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
16 de jul. de 2018
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Asos mantém bom ritmo em seu primeiro trimestre

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
16 de jul. de 2018

Um estudo revelou, no início da semana, que os consumidores americanos gostam de fazer compras em sites britânicos de comércio eletrônico, principalmente quando se trata de moda. Na quinta-feira, a Asos parece ter beneficiado desta tendência, com os Estados Unidos a apresentarem-se como um dos seus mercados com maior desenvolvimento. Mas, claramente, a Asos também atrai consumidores do resto do mundo: o seu último relatório de atividades descreve um sucesso internacional bastante unânime durante a primavera e início do verão, nos quatro meses que terminaram em 30 de junho.

O número de clientes Asos não para de aumentar


A Asos realça também que o novo período "começou bem, especialmente no que diz respeito às vendas de preço integral", pelo que a onda de calor que atingiu alguns dos seus mercados mais importantes não parece ter tido o mesmo impacto negativo que se verificou em outros revendedores.
 
Num contexto difícil em diversos países, a fórmula mágica da Asos continuou a dar frutos entre março e junho: as vendas no varejo cresceram 22% no total - ou 21% em moeda constante. Evidentemente, esta é uma ligeira diminuição em comparação com os valores registrados durante os 10 meses encerrados a 30 de junho, quando o crescimento foi de 25% (23% em moeda constante), mas trata-se de uma "desaceleração" ligeira para ser realmente preocupante.

Ao longo dos quatro meses em análise, as vendas da Asos no Reino Unido aumentaram 23% para 288 milhões de libras (326 milhões de euros), refletindo uma ligeira aceleração em relação ao período de dez meses, no qual o crescimento foi de 22%.

Ao mesmo tempo, o volume de negócios da União Europeia aumentou 31%, atingindo os 257,4 milhões de libras (291,3 milhões de euros) no total. E, embora em moeda constante esta taxa fosse menos impressionante (+23%), não há motivo para preocupação. Nos Estados Unidos, o aumento pode ter sido de "apenas" 15%, ou 108,1 milhões de libras, mas em moeda constante esse aumento foi muito mais eloquente: +22%. No resto do mundo, as vendas aumentaram 11% (incluindo moeda constante) para 149,2 milhões de libras (168,8 milhões de euros). Como resultado, as vendas internacionais cresceram 21% no total - 19% em moeda constante.

Mais uma vez, o relatório continha uma série de outros resultados que poderiam despertar inveja entre os rivais - incluindo a subida de 20% no número de clientes ativos, o crescimento de 1% no valor médio do cesto de compras, o aumento de 8% na frequência média de encomenda e a progressão de 10 pontos base na taxa de conversão.


A Asos entrou bem no verão


Embora os ventos contrários relacionados com as flutuações da taxa de câmbio tenham obviamente tido um impacto negativo durante o período em questão, é seguro dizer que os produtos e métodos da Asos têm resultado junto dos consumidores de todo o mundo. A marca britânica continua a ganhar participação de mercado no Reino Unido, e o crescimento internacional acompanha "o seu investimento contínuo em infraestrutura e oferta de produtos", o que deverá garantir um crescimento lucrativo nos próximos anos.

E o lucro é um critério central. As vendas sólidas devem impulsionar lucros proporcionais. A empresa anunciou também que a sua margem bruta de vendas no retalho aumentou 130 pontos base, resultado além das suas próprias previsões.

No entanto, a Asos optou por permanecer cautelosa, alertando que as suas vendas anuais devem atingir a faixa mais baixa da meta - que prevê um aumento entre 25% e 30% -, mas não há motivos para preocupação. A empresa anunciou que o seu lucro antes de impostos deverá estar de acordo com as expectativas dos analistas e que a margem bruta deve aumentar em 100 pontos base. Quanto às previsões a médio prazo, a Asos espera agora um crescimento do volume de negócios entre 20% e 25% ao ano.

Copyright © 2023 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.